Vila Nova: Moacir é regularizado e pode estrear contra Guarani

Na tarde da última quarta-feira (28), o nome de Moacir foi publicado no boletim informativo da CBF. Sendo assim, o volante está regularizado no BID e, portanto, já pode estrear pelo Vila Nova contra o Guarani, neste sábado (31).

Com a integração do jogador de 35 anos ao elenco, o Colorado chega à sua sua 30ª contratação para esta temporada. Em suma, Moacir já passou pelo clube goiano. A saber, em 2018, o volante vestiu a camisa colorada em 33 jogos. Na época, o atleta jogou também como lateral-direito.

No entanto, foi no rival rival Atlético-GO onde Moacir se destacou. Em síntese, pelo Rubro-negro, participou de 51 jogos e marcou dois gols entre 2019 e 2020. Posteriormente, ainda 2020, defendeu CRB em 15 partidas. Em seguida, foi para o Criciúma, em 2021. Contudo, no dia 15 deste mês, o clube catarinense comunicou o encerramento do contrato com o atleta de 35 anos. Em resumo, o volante perdeu espaço no time do Sul, que decidiu finalizar o vínculo.

Moacir é regularizado pelo Vila Nova (Reprodução/CBF)
Moacir é regularizado pelo Vila Nova (Reprodução/CBF)

Próximo compromisso do Vila Nova

Depois de empatar com o Cruzeiro em casa, o Tigre encara o Guarani fora de casa neste sábado (31), às 11h (horário de Brasília). Sendo assim, no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas, no interior de São Paulo, as duas equipes se enfrentam pela 15ª rodada da Série B.

Ataque colorado ainda não deslanchou e preocupa: time não vence há quatro jogos

A princípio, nesta Série B, o Vila Nova balançou as redes adversárias somente sete vezes em 14 jogos ao todo, sendo 0,5 gol por partida. Portanto, o time goiano possui o pior ataque do torneio. Anteriormente, o Colorado dividia o posto com a Ponte Preta e com o Londrina. Contudo, na última rodada, enquanto a Macaca venceu o Goiás por 2 x 1, os paranaenses superaram o Remo por 1 x 0.

Sendo assim, entre os três, somente o Tigre não balançou as redes. Com isso, os goianos se isolaram na categoria de pior ataque da Série B. Em suma, por outro lado, o Guarani e o Náutico são as equipes com o melhor poder ofensivo, tendo marcado 23 gols cada.

Foto destaque: Divulgação/Criciúma EC

Danyela Freitas
Sou goianiense, graduada em Letras pela Universidade Federal de Goiás (UFG), pós-graduada em Jornalismo Esportivo pela Estácio-SP e tenho três grandes paixões: a escrita, a leitura e o esporte (não necessariamente nessa ordem).