Mais quantos pontos a Ponte Preta vai conseguir somar até o fim da Série B? (Foto destaque: Álvaro Jr/ PontePress)

Antes de mais nada para quem passou a maioria do primeiro turno da Série B na zona de rebaixamento, estar fora da degola já é um alento. Assim como mais quanto pontos que a Ponte Preta vai conseguir somar até o fim da Série B? Eventualmente ao fim da rodada 22, o time se manteve na 15ª colocação e abriu um ponto a mais do Z-4, com 25.

No entanto mesmo sem conseguir uma gordura em relação ao Z-4. A saber quando entrou em campo na última sexta-feira (3), contra o Sampaio Corrêa por 3×2 a Ponte estava a um ponto da zona de rebaixamento. Decerto chegou a ficar a quatro com a vitória, mas viu a distância parar em dois após o triunfo do Vitória por 1 x 0 sobre o Operário, fora de casa, no último sábado (4).

Assim também dos times ameaçados, a Ponte Preta além do Vitória foram os únicos que ganharam no fim de semana. Juntamente com isso a rodada 23 já começou, a Macaca tem a chance, por exemplo, de ultrapassar pelo menos dois concorrentes. Por outro lado o Brusque enfrentou o Coritiba, foi derrotado e estacionou nos 27.

Bem como com cinco vitórias consecutivas no Majestoso, a Ponte agora busca o primeiro triunfo como visitante na campanha para consolidar a recuperação. Além disso buscar um fôlego maior na luta contra o rebaixamento.

Mais pontos?

Em suma a chance de somar pontos acontece na próxima rodada. Ainda mais que a Ponte Preta enfrenta o Cruzeiro com os Memos 25 pontos no próximo sábado (11) contra o Cruzeiro, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas.

Em conclusão a partida aconteceria inicialmente no Mineirão, mas o clube mineiro levou o jogo para outro local para ter a presença de público. Bem como a Prefeitura de Belo Horizonte voltou a vetar o público nos estádios após testes considerados mal sucedidos.

(Foto destaque: Álvaro Jr/ PontePress)

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs

Deixe um comentário