Luís Fabiano vem aí? Ex-atacante, revelado na Ponte Preta, visitou o presidente eleito Marco Antônio Eberlin, de quem é amigo pessoal. (Foto destaque: Divulgação/ Thiago Toledo/ PontePress)

À primeira vista, Luís Fabiano vem aí? A saber, na última quarta-feira (8), o ex-atacante esteve no Estádio Moisés Lucarelli, ganhou camisa da Ponte e aqueceu rumores sobre ser coordenador.

Vale lembrar, na última semana, Eberlin disse que em sua gestão, que começa em janeiro, na função de coordenador de futebol vai ter um “cara da bola”. Ou seja, um ex-jogador, para ser um elo entre os jogadores e a diretoria.

De maneira que, na ocasião, o presidente disse que o nome Luís Fabiano o agradava. O ídolo do clube, tem passagens vitoriosas e marcantes por São Paulo, Porto, Sevilla e Seleção Brasileira. Além disso, conversou com o presidente eleito, Marco Antônio Eberlin, de quem é amigo pessoal, e ganhou uma camisa da Macaca.

A presença do craque no Majestoso reforça a possibilidade do ex-atleta assumir um cargo no clube. Eventualmente, de 1997 a 2006, Eberlin comandou o futebol da Ponte Preta e trabalhou com muitos jogadores que ganharam projeção no cenário nacional, entre eles Luís Fabiano.

Luís Fabiano

Assim, durante a visita, o ex-atacante também gravou parte de um vídeo produzido por ele sobre a sua carreira. Bem como, em entrevista ao site oficial da Alvinegra, o ex-jogador rasgou elogios ao clube que o revelou, afirmou que é sempre especial voltar ao Majestoso e relembrou o amor que tem pela equipe.

“Esse lugar me fez gostar da Ponte Preta. Eu vinha com meu avô assistir aos jogos e aqui comecei minha história com a Ponte. Primeiro como torcedor, gostando de futebol, e aqui começou o sonho de estar no gramado”. 

Foto destaque: Divulgação/ Thiago Toledo/ PontePress

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs