Ivan, Felipe Albuquerque, Cleylton, Rayan e Rafael Santos; quem vai para o jogo? (Foto destaque: Diego Almeida/ PontePress)

A saber a Ponte Preta treinou nesse sábado (25) e a novidade é que o time titular deve ter três mudanças contra o Brasil-RS. Simultaneamente o treino aconteceu no Estádio Moisés Lucarelli, palco do duelo. Tal como a partida acontece neste domingo (26), às 18h15. Assim como Ivan, Felipe Albuquerque, Cleylton, Rayan e Rafael Santos: quem vai para o jogo?

Da mesma forma duas trocas eram certas, com as suspensões do zagueiro Fábio Sanches e do volante André Luiz, expulsos  em Ponta Grossa. Tal como com a volta de Cleylton, livre de suspensão, o substituto de Sanches não tem mistério. Bem como no meio, a dúvida é sobre quem vai entrar no lugar de André Luiz.

Eventualmente quem também retorna é o lateral-direito Felipe Albuquerque, recuperado do trauma na região do glúteo sofrido no último lance do dérbi. Ainda mais que o atleta reassume a posição ocupada por Kevin diante do Operário, fechando o “pacote” de novidades no time titular.

Ivan, Felipe Albuquerque, Cleylton, Rayan e Rafael Santos; quem vai para o jogo?

Em suma a provável Ponte tem Ivan, Felipe Albuquerque, Cleylton, Rayan e Rafael Santos; Marcos Júnior, Lucas Cândido (Yago Henrique) e Fessin; Richard, Moisés e Rodrigão.

Além disso outra expectativa é para saber se Matheus Anjos será relacionado pela primeira vez. Do mesmo modo o futebolista vinha realizando um trabalho especial de fortalecimento muscular desde que chegou ao clube, no início de setembro. Analogamente foi liberado no começo da semana para acompanhar o nascimento do filho e deve ficar como opção no banco contra o Brasil.

Em conclusão a Ponte soma 29 pontos e tenta manter a distância da zona de rebaixamento para respirar cada vez mais aliviada na Série B. Afinal o jogo é uma ‘chance' de somar a quinta vitória em casa.

Nesse ínterim as duas equipes se enfrentaram 9 vezes. De maneira que o último encontro aconteceu em parida válida pela sétima rodada e acabou em 1×1. Eventualmente os embates trazem três vitórias do Xavante, quatro empates e duas vitórias da Veterana.

(Foto destaque: Diego Almeida/ PontePress)

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs