Higo Magalhães lamenta empate do Vila Nova e já mira clássico

Primeiramente, na noite da última terça-feira (21), o Vila Nova recebeu o Confiança em Goiânia. Com a presença da torcida colorada, nenhum dos times conseguiu tirar o zero do placar. Em segundo lugar, Higo Magalhães, técnico da equipe da casa, analisou o duelo e já pensa no próximo confronto.

Estávamos um pouco preocupados com a forma como os atletas iriam reagir [ao retorno da torcida], mas deu tudo certo. Também sabíamos que o adversário evoluiu muito nas últimas rodadas. Se fizéssemos um gol no início, poderia facilitar, mas não conseguimos. O time acabou ficando enervado. Nossa mobilização total é para manter o clube na Série B e vamos lutar muito. Infelizmente, não conseguimos vencer e faltou o gol. É uma situação que vai nos incomodando, mas o que podemos fazer é continuar motivando os atletas. O jogo foi amarrado, tivemos algumas oportunidades, porém não concluímos. O adversário soube controlar em alguns momentos, mas também não fomos muito agredidos. Série B é isso, é uma competição muito difícil. As coisas não andaram como queríamos. No entanto, não podemos lamentar, porque sexta-feira (24) já temos um duelo muito forte, que é contra o Goiás”, declarou o treinador.

Próximo compromisso de Higo Magalhães com o Vila Nova

Abrindo a 26ª rodada da Série B, nesta sexta-feira (24), o Colorado visita o Goiás no Estádio da Serrinha, às 19h (horário de Brasília). Assim, no clássico goiano, enquanto o Vila Nova tenta se distanciar da zona de rebaixamento, o Esmeraldino pretende colar ainda mais no líder Coritiba.

Para o duelo, o Tigre não conta com o lateral-esquerdo Bruno Collaço, suspenso, nem com o meia Renan Mota, lesionado. A saber, na ponta defensiva, Willian Formiga assume a titularidade. Por outro lado, o volante Dudu retorna de suspensão e, dessa forma, volta a ser titular da equipe colorada.

Foto destaque: Divulgação/Vila Nova FC

Danyela Freitas
Sou goianiense, graduada em Letras pela Universidade Federal de Goiás (UFG), pós-graduada em Jornalismo Esportivo pela Estácio-SP e tenho três grandes paixões: a escrita, a leitura e o esporte (não necessariamente nessa ordem).