Higo Magalhães exalta goleada do Vila Nova: “para dar confiança” (Foto: Reprodução/TigrãoTV)

Depois de vencer o Aquidauanense por 7 x 0, no OBA, em Goiânia, o Vila Nova conquistou uma vaga para a semifinal da Copa Verde de 2021. Sendo assim, Higo Magalhães, técnico colorado, destacou a importância da vitória maiúscula para o grupo. Além disso, o comandante falou sobre as oportunidades dadas para jogadores da base do clube e para aqueles que atuaram pouco ou nada na Série B.

Esse jogo foi para dar confiança para aqueles jogadores que estavam tendo pouca minutagem na Série B. Porém, receberam a oportunidade e conseguiram dar a resposta. Isso é importante para eles. Agora, vamos para a semifinal contra o Nova Mutum, um time mais maduro, mais cascudo, que tirou o Brasiliense com méritos. Dentro disso, nós sabemos que vamos ter muita dificuldade. Então, precisamos ter a consciência de que teremos dois grandes desafios para conseguir esta vaga para a final da Copa Verde. […] A gente está conseguindo rodar muita gente. O Breno, por exemplo, teve a possibilidade de fazer o primeiro gol dele no profissional. Além disso, o João Pedro, que estava com a autoestima um pouco baixa, já se recuperou e fez dois gols. Com isso, daqui a pouco a oportunidade chega para todos”, garantiu o treinador.

Equipe de Higo Magalhães avançou na Copa Verde

A saber, na partida de ida, os goianos já haviam vencido por 1 x 0, com gol do argentino Nico Maná, em Aquidauana. Com os dois triunfos, o Tigre segue para semifinal da Copa Verde. Assim, pelo torneio, os goianos enfrentam o Nova Mutum (MT), que superou o Brasiliense nos pênaltis após empate em 1 x 1 no placar agregado.

Antes disso, mudando o foco, pela 34ª rodada Série B, o Vila Nova recebe o Guarani neste domingo (7), às 18h15 (horário de Brasília), no OBA. Em resumo, no torneio nacional, os goianos ocupam a 10ª colocação, com 43 pontos, e jogam buscando a vitória para fugir matematicamente da possibilidade de rebaixamento.

Foto destaque: Reprodução/TigrãoTV

Danyela Freitas
Sou goianiense, graduada em Letras pela Universidade Federal de Goiás (UFG), pós-graduada em Jornalismo Esportivo pela Estácio-SP e tenho três grandes paixões: a escrita, a leitura e o esporte (não necessariamente nessa ordem).