Guilherme Nunes

A princípio, Guilherme Nunes, contratado por empréstimo ao Náutico pelo Santos, fez a sua primeira partida como titular. Assim, na última terça-feira (9), o jogador teve a sua primeira oportunidade nos 11 iniciais, contra o Confiança. Dessa forma, o volante busca novas chances para conquistar espaço na equipe.

“Esta partida diante do Confiança foi uma grande oportunidade para mim. Eu não jogava desde setembro e ainda não tinha sido aproveitado como titular durante a temporada. Estes últimos jogos têm uma importância muito grande para mim. Quero mostrar trabalho e ir conquistando meu espaço no time, como sempre disse”, disse Guilherme.

Mesmo sendo volante, o jogador atuou como lateral-esquerdo no jogo. Apesar de fora de posição, Guilherme acredita ter sido uma “nova experiência”. Antes dessa partida, tinha apenas quatro jogos e 40 minutos em campo.

“Jogar na lateral-esquerda, foi uma nova experiência para mim. Desde o início venho com o discurso de que trabalho para ter oportunidades para evoluir a cada dia e o pensamento segue o mesmo. Infelizmente o empate praticamente tirou nossas chances de acesso à Série A. Vamos buscar apresentar nosso melhor nesta reta final de Série B”, afirmou o atleta.

O técnico Hélio dos Anjos teve diversos desfalques para a rodada. Desse modo, o treinador do Timbu preferiu improvisar Guilherme Nunes na lateral.

Revelado no Santos, o atleta, de 23 anos, atuou nas categorias Sub-17 e Sub-20 do clube entre 2015 e 2017. Além disso, fez sua estreia como profissional em 2018, pelo Peixe.

Próxima oportunidade para Guilherme

Na próxima segunda-feira (15), o Náutico encontra o Sampaio Corrêa, pela 36ª rodada da Série B. Dessa forma, já sem chances de acesso, a equipe poderá fazer testes pensando na temporada 2022.

Hoje, o time está no 8º lugar no campeonato. Assim, além do Sampaio Corrêa, o Timbu terá pela frente, nas próximas partidas, o Avaí e o Cruzeiro.

Foto destaque: Divulgação/Tiago Caldas/CNC

Eric Barbosa
Meu nome é Eric, tenho 19 anos, sou aluno bolsista pelo Prouni e estou no quarto período de Jornalismo pela Universidade Paulista - UNIP. O esporte sempre fez parte da minha vida, principalmente o futebol, pois eu tinha o sonho de ser jogador. Porém, com as adversidades da vida, não consegui realizar esse sonho, mas isso não me impede de viver do esporte. Por isso, escolhi o jornalismo esportivo como carreira.