Elenco do Vasco foi mal montado? Diniz comenta

Em suma, o fracasso do Vasco na temporada de 2021 expôs todo o trabalho ruim da direção de futebol do Vasco. Decerto, entre todas as movimentações feitas para montar o time que tinha a obrigação do acesso, no fim do ano, quase ninguém passou ileso de críticas da torcida.

Sob o comando de Alexandre Pássaro, a gestão do futebol do clube sofreu mudanças e se fechou por inteiro. Decerto, apenas o diretor e o presidente Jorge Salgado tinham voz de decisão. Assim, as contratações no começo do ano, além das não escolhas no meio da temporada, centralizaram o fracasso na figura de Pássaro.

Das 13 contratações, a torcida poupou apenas Nenê. Entretanto, o nome do meia não foi procura do diretor de futebol, mas sim do próprio jogador, que se ofereceu ao clube. Decerto, todos os reforços fracassaram. Nomes como Vanderlei, Zeca, Ernando, Jabá e Morato são as maiores broncas dos torcedores e não vão permanecer para o ano que vem. Outros jogadores, como Marquinhos Gabriel, Daniel Amorim e Cano, têm indefinições nos futuros.

Diniz não expos elenco do Vasco

Portanto, Fernando Diniz não quis expor os jogadores e nem o trabalho de Pássaro. Ainda assim, não escondeu seus atletas de culpa pelo não acesso da equipe:

“Eu não vou expor jogador aqui, isso é uma opinião que tem que ser tomada lá atrás. Se você fez essa crítica lá atrás dizendo que o elenco é fraco, é pertinente. Mas agora que a gente não conseguiu o acesso, é uma coisa meio óbvia. Nós não demos conta de levar o Vasco ao acesso, mas os jogadores são bons. O Zeca é campeão olímpico, Morato veio do São Paulo. Acho que o elenco foi bem montado. Hoje, a gente vê que errou, não conseguimos. Todo mundo envolvido nisso acabou errando, teve sua parcela de contribuição”.

Foto destaque: Divulgação/Vasco

Robert Ferreira
Sou o Robert! Fiz jornalismo para vivenciar histórias, estar dentro dos fatos e o principal, ter acesso a verdade, sempre! O esporte sempre esteve na minha vida, e unir a escrita com o futebol seria é o ideal de vida. Escrevi para redação do jornal universitário além de atuar fortemente nas redes sociais com posicionamentos sobre cultura negra. Sujeito calmo com o objetivo de ganhar o mundo!