Diniz comenta sobre psicológico do time: "Não soubemos aproveitar os momentos favoráveis"

Em suma, o treinador Fernando Diniz comentou sobre o aspecto psicológico do time do Vasco, após a derrota, de goleada, para o Botafogo. Decerto, o elenco sentiu a derrota para o rival com nítidas reações, como a expulsão de Léo Matos, com 25 minutos de jogo, além da entrevista de Nenê, ao final do jogo, chorando.

Portanto, Diniz não quis comentar sobre o processo de montagem do elenco. Ainda assim, ele se colocou como um dos culpados, já que o time teve chances de se aproximar da briga, mas não aproveitou.

“Sobre o aspecto emocional do Vasco no começo da competição, eu não estava aqui. Depois da minha chegada, tivemos duas oportunidades grandes, a primeira logo quando chegamos, os dois empates em que merecíamos a vitória, contra CRB e Cruzeiro, depois tivemos a sequência de vitórias que poderíamos ter estendido e que culminaria mais à frente com o acesso à Série A. Depois tivemos o jogo contra o Sampaio Corrêa, retomamos contra Coritiba e Náutico, e tivemos outra chance de poder avançar e ficar muito perto do acesso e não soubemos aproveitar. Nesses dois momentos estivemos fortes e a torcida veio junto. Infelizmente não soubemos aproveitar os momentos favoráveis”.

Decerto, agora o time deverá ser diferente nas últimas rodadas. Já sem as chances de acesso, a pressão interna dos dirigentes é para que o departamento de futebol mude. Portanto, Alexandre Pássaro, além do próprio Diniz, não deverão ficar. Alguns jogadores que têm contratos para terminar no fim deste ano, também não ficarão e provavelmente, já não atuam mais com a camisa do Vasco.
Foto destaque: Reprodução/Vasco
Robert Ferreira
Sou o Robert! Fiz jornalismo para vivenciar histórias, estar dentro dos fatos e o principal, ter acesso a verdade, sempre! O esporte sempre esteve na minha vida, e unir a escrita com o futebol seria é o ideal de vida. Escrevi para redação do jornal universitário além de atuar fortemente nas redes sociais com posicionamentos sobre cultura negra. Sujeito calmo com o objetivo de ganhar o mundo!