Cristaldo aumenta a lista de desfalques do Racing para a Libertadores

- Jogador é mais um desfalque para o Racing nas oitavas de final da Libertadores
Cristaldo está fora do duelo contra Flamengo

O atacante Cristaldo, 31 anos, não vai jogar a partida de ida das oitavas de final da Libertadores. Desse modo, o jogador testou positivo para o Covid-19 e não participa do confronto decisivo diante do Flamengo. Assim, o teste saiu neste sábado (21), o argentino está assintomático e já faz se tratando em casa. Portanto, terá que ficar um tempo fora dos gramados e não joga nesta terça-feira (24), em Avellaneda. Com isso, é mais um tempo parado, já que teve uma lesão no tornozelo direito.

O centroavante não vem sendo titular, mas é uma peça muito útil no Racing. No entanto, é duvida para o confronto da volta, porque a previsão é que ele fique fora 10 dias. Contudo, o clube vive uma grande crise com derrotas, atletas com lesão e problemas internos. Além disso, o ex-jogador e ídolo Diego Milito deixou o cargo de diretor de futebol do time. Desta forma, ele alegou diferença de ideias com o atual presidente. Assim, ele ficará até dezembro e afirma os rumores de sua saída. Ademais, ele fez um vídeo para confirmar e aumentar a pressão da La Academia.

CRISTALDO E MAIS QUATRO DESFALQUES

Sebastián Beccacece terá um problema para o confronto contra o Flamengo, são cinco desfalques e um momento de crise no clube. Assim, o Racing ainda possui no DM o volante Marcelo Díaz, Lorenzo Melgarejo, Augusto Solari e Dario Cvitanich.

O Racing vem de quatro derrotas seguidas e marcou só um gol. No entanto, o treinador se mostrou bastante confiante no time mesmo com todos os problemas.

“Vencemos cinco jogos em seis da fase de grupos e sabemos que temos que produzir a façanha de eliminar o último campeão, por isso há motivos suficientes para ter incentivos para enfrentar o que está por vir“, declarou em coletiva.

Foto Destaque: Reprodução/Site/ Racing Maníacos

BetWarrior


Poliesportiva


Nicollas Almeida
Nicollas Almeida
Escolhi o jornalismo porque queria contar histórias, participará dela também. Já estagiei na assessoria de imprensa de um órgão do governo do Rio de Janeiro. Fiz trabalhos voluntários no meio religioso e político, participei de um programa de debate na rádio na faculdade.

    Artigos Relacionados

    Deixe uma resposta

    Topo