Inicialmente após uma crise de surto na equipe e comissão técnica da Ponte Pretaa equipe não detectou mais nenhum caso. Ainda mais que não houve mais ninguém com sintomas e os oito últimos jogadores que estavam afastados voltaram aos trabalhos. Bem como interrupção do surto, na opinião do Felipe Abreu, coordenador médico alvinegro, tem uma origem clara.

“Obviamente a mudança, a atualização do protocolo com a adoção de medidas mais rígidas foi fundamental para que isso ocorresse. O endurecimento das medidas que a própria Ponte determinou em 18 de março.

Juntamente com isso lembrou que a atualização dos protocolos da FPF dentro do clube. No entanto quanto menos se aglomera, sendo em viagem ou outro lugar, mais você reduz a chance de contaminação.

Da mesma forma ressalta que a atualização de protocolos e todas as medidas mais rígidas. Ainda mais que foram elaboradas em função de todo o cenário da pandemia. Juntamente com isso diz que o documento foi elaborado pelo corpo técnico dos médicos dos clubes junto com o Comitê Médico da Federação. Assim como o médico diz que com a rigidez maior dos protocolos, a expectativa é de que os jogos do Paulistão possam voltar em breve.

“Acredito que as adequações feitas no protocolo dão mais credibilidade e tornam mais viável e mais segura a prática do futebol. Quanto a voltar antes do dia 11 ou não, é uma pergunta que não temos como responder, isso depende de análise de dados e informações que devem ser mandadas ao Ministério Público para que eles possam dar aval”, diz.

Por outro lado, questionado em relação à situação dos atletas que estão ou estavam no Departamento Médico em virtude de lesões, Felipe Abreu fala sobre a situação.

O coordenador do time falou outros assuntos

A princípio Vanderlei, atacante está treinando sem restrições há algumas semanas. Por fim, Ivan, goleito segue evoluindo bem. Até janeiro, quando se reapresentaram o jogador manteve protocolo determinado pela equipe cirúrgica. Ou seja, começou a fazer trabalhos de reabilitação com equipe de fisioterapia e trabalhos físicos no campo

Em conclusão, o fim do surto de Covid na Ponte. Bem como o coordenador afirmou que a mudança e a atualização do protocolo, com adoção de medidas mais rígidas, foram fundamentais. Assim também lembrou sobre o protocolo para volta do Paulistão:

Eu acredito que todas as adequações que foram feitas no protocolo dão mais credibilidade e tornam mais viável e mais seguro também o retorno do futebol. Mas isso é uma questão que ninguém ainda consegue responder. Depende de todas as análises de todos os órgãos para ver se o Ministério Público vai liberar.

 

Foto destaque: Reprodução/ Diego Almeida/ PontePress

 

Avatar
Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs

Deixe uma resposta