Cleylton, zagueiro ee esperado no Majestoso para exames. (Foto destaque: Divulgação/PontePress)

Desde já segunda feira (7) agitada na Ponte Preta. Bem como a busca para posição que a torcida pede muito: zagueiro, chegou ao fim. Por ouro lado, Cleylton, de 28 anos, é esperado nesta terça-feira(8) no Majestoso. Tratado como prioridade, o reforço para o setor foi anunciado agora à noite. Juntamente é a sétima contratação após anunciar Fessin, meia que trouxe mais cedo.

Segundo o clube campineiro, o atleta é esperado nesta terça-feira (8) no Majestoso para passar por exames médicos e assinar contrato. Assim como ao apresentar o jogador, de 1,90 metro, a Ponte disse que o último clube dele foi o Hatta Club “até 2020”, indicando que o zagueiro estava sem time na atual temporada.

Antes do Hatta, o futebolista passou pelo Belenenses, de Portugal entre 2017 e 2019. Assim também no Brasil, defendeu Mirassol, Ferroviário-CE, onde foi revelado, e colecionou equipes gaúchas no currículo. Ou seja, teve uma parte da formação no Grêmio e também atuou por Novo Hamburgo, São Paulo-RS, São José-RS.

Bem como o futebolista vai disputar posição com Ruan Renato e Ednei, atuais titulares da zaga. Simultaneamente além do jovem Thiago Lopes e de Rayan, atualmente em recuperação de um incômodo muscular.

Da mesma forma, o craque passará por exames médicos e clínicos, e sendo aprovado será integrado ao elenco da Ponte para a disputa da série B do Brasileiro 2021. Bem como o atleta é natural de Fortaleza, o tem de 1m90 se destacou na Base do Ferroviário-CE em 2012 e de lá foi para o SUB20 do Grêmio-RS.

Cleylton

Nome: José Cleylton de Morais dos Santos
Posição: zagueiro
Pé preferencial: direito
Data de Nascimento: 19/3/1993
Local: Fortaleza – CE
Altura:  1m90
Peso: 85 quilos
Principais times que defendeu: Hatta Club (Emirados Árabes), Belenenses (Portugal). Assim também Mirassol, Grêmio-RS, Novo Hamburgo-RS, São Paulo-RS, São José-RS, Inter de Lages-RS e Ferroviário-CE

Foto destaque: Divulgação/PontePress

Ainah Carvalho
Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs

Deixe uma resposta