Camilo, ex-Ponte Preta, retorna ao Mirassol . (Foto destaque: Divulgação/Mirassol FC)

Inicialmente, no último sábado (4), o Mirassol acertou a contratação do meia Camilo, o primeiro reforço do clube para a temporada 2022. Da mesma forma, jogador de 35 anos vai para a terceira passagem com a camisa do Leão.

Eventualmente, revelado no América-RJ, o futebolista passou por vários clubes brasileiros. Vale lembrar, passou pelo Cruzeiro, Chapecoense, Botafogo, Internacional e o último Ponte Preta. A saber, o craque chegou na Macaca em 2020, fez 71 partidas e marcou 11 gols. Assim também, sua despedida do clube aconteceu na última quarta-feira (1).

De maneira que, o jogador também tem passagens pelo futebol chinês e da Arábia Saudita.

Camilo

Simultaneamente, pelo Mirassol, Camilo disputou o Paulistão em 2013 e também em 2020. Logo, com a camisa do Leão, o meia soma 26 jogos e 12 gols, tendo feito boas passagens em ambas as oportunidades.

Juntamente com isso, em seu retorno ao clube, o  jogador deixou um recado para a torcida. Bem como, se disse motivado para atuar pela equipe.

Fala galera, tudo bem? Aqui é o Camilo, estou de volta muito feliz, muito motivado. Mais uma oportunidade de vestir essa camisa, sou muito grato a tudo o que já fizeram por mim. E agora só tenho a corresponder dentro de campo. Espero fazer o meu melhor para ajudar todo o grupo, o clube, a cidade e a vocês torcedores. Forte abraço, estamos juntos – disse o meia.

Vale lembrar, o atleta é o primeiro reforço do Leão para o ano que vem. Do mesmo modo, o clube aguarda o retorno do técnico Eduardo Baptista, emprestado ao Remo, para dar sequência ao planejamento para a próxima temporada. Além do estadual, o Leão disputará a Copa do Brasil e a Série C em 2022.

Por fim, a estreia do Mirassol no Campeonato Paulista será no dia 26 de janeiro, contra o Bragantino, no estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol.

Foto destaque: Divulgação/Mirassol FC

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs