André Luiz. (Foto destaque: ÁlvaroJr/PontePres)

De antemão a Ponte Preta fez o último treino em Campinas antes de seguir para o Rio de Janeiro. Analogamente o volante André Luiz ressalta que a partida na casa adversária é um grande desafio. Assim também prega atenção do início ao fim para conquistar um bom resultado contra o Vasco, no Rio de Janeiro.

“Sabemos da importância do jogo, contra um adversário que há pouco tempo estava na Série A. Eles vão tentar neutralizar nossos pontos fortes. Temos que ser equilibrados, fazer um jogo forte e estratégico para poder pontuar. Não podemos dar mole, pois será uma partida de suma importância para somar pontos para nossa sequência”, diz.

Semelhantemente o volante destaca a parceria dos atletas, projetando uma guinada ainda maior na competição.

“O grupo todo está de parabéns pelos últimos jogos. Estamos evoluindo não só em desempenho, mas também conseguindo as vitórias, que são as mais importantes. Esse era o nosso objetivo: conseguir uma sequência de bons resultados e começar uma arrancada para tentar brigar na parte de cima da classificação”, afirma.

Em síntese o jogador finaliza falando sobre dois pontos que entende serem importantes para elenco:

“A nossa união e o capricho para concluir em gols estão sendo o diferencial da Ponte Preta das últimas rodadas. Vamos continuar assim e dar nosso melhor amanhã para voltar a Campinas com pontos na mala”, conclui.

André Luiz

Com a finalidade de conquistar os três pontos uma provável Ponte tem Ivan, Felipe Albuquerque, Cleylton, Thiago Lopes e Rafael Santos (Marcelo Hermes); André Luiz, Vini Locatelli (Léo Naldi) e Fessin; Niltinho, Moisés e Rodrigão.

Juntamente com isso o retrospecto entre as duas equipes traz o encontro 44 vezes. De maneira que o Vasco leva a vantagem com 15 vitórias, contra 10 da Macaca. Além disso, as duas equipes ficaram no empate 19 vezes.

Em conclusão, o time vai em busca da primeira vitória fora de casa na Série B para se manter fora da zona de rebaixamento. Do mesmo modo a Ponte soma 22 pontos e ocupa 0 15º lugar.

 

(Foto destaque: ÁlvaroJr/PontePress)

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs