Agora é a vez de enfrentar o CSA. (Foto: Diego Almeida/ PontePress)

Antes de mais nada nessa terça-feira (28) a Ponte Preta treinou pela manhã e viajou para Maceió. De maneira que agora é a vez do CSA os times se enfrentam na próxima quarta-feira (29). Bem como duelo acontece às 21h30, no Estádio Rei Pelé, em Maceió.

Assim como Gilson Kleina tem as voltas do zagueiro Fábio Sanches e do volante André Luiz, que cumpriram suspensão na vitória sobre o Brasil-RS. Simultaneamente existe a possibilidade deles retornarem entre os titulares devido à questão física de Rayan e Lucas Cândido. Da mesma forma Kleina citou os dois na entrevista após o jogo contra o Brasil-RS. Ainda mais que são jogadores que merecem um “cuidado especial”, diante do histórico de lesões.

Juntamente com isso a declaração do treinador deixa dúvida se eles serão preservados em Maceió. Por outro lado no restante do time, a tendência é que a base seja mantida. Ou seja, outra novidade pode estar no banco com Iago, que foi vetado no último domingo (26)após se lesionar em um treinamento. Tal como o jogador está liberado e à disposição de Kleina.

A saber Rodrigão continua em isolamento após apresentar sintomas gripais. Do mesmo modo fez um novo teste para Covid-19, com resultado negativo, mas ainda não voltou a treinar. Eventualmente os zagueiros Ednei e Thiago Lopes, ainda em tratamento no departamento médico, também continuam fora.

Em conclusão com 32 pontos, a Macaca busca a terceira vitória consecutiva para manter uma gordura em relação à zona de rebaixamento. Afinal o elenco seguiu viagem para Maceió nesta tarde.

Agora é a vez do CSA!

O histórico dos confrontos entre as equipes não é favorável para o time alagoano. Do mesmo modo se enfrentaram oito vezes, com cinco vitórias para a Macaca, dois empates e uma vitória para o Azulão. Assim como as equipes se encontraram pelo Brasileirão e pela série B.

Eventualmente o primeiro jogo entre as duas equipe foi pelo Brasileirão de 1978. No Rei Pelé, o CSA perdeu por 2 x 1. De maneira que o último duelo foi agradável para a Ponte que venceu por 2×1 pela 8ª rodada,no Moisés Lucarelli.

 

(Foto: Diego Almeida/ PontePress)

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs