Acompanhe outras declarações de Kleina após o empate da Ponte Preta. (Foto destaque: André Palma Ribeiro)

A saber acompanhe outras declarações de Kleina após o empate da Ponte Preta em 1×1 contra o Avaí. De maneira que a partida aconteceu na última terça-feira (5) na Ressacada em Florianópolis.

Juntamente com isso sobre a vantagem numérica na reta final o comandante pontuou quando o time ficou com um a mais  o André estava mancando e optaram pela experiência do Camilo.

“A gente teve situações com o Iago, com o Camilo, o cabeceio do Josiel. O tempo que a gente ficou com um a mais a gente tentou o gol. Ficamos circulando a bola para ter a melhor opção. Não conseguimos a vitória, mas buscamos um ponto fundamental. Os jogadores estão extenuados. Hoje foi mais um jogo de intensidade. Ver alguma folga durante esse preparação também. Vamos ter uma semana cheia para recuperar os atletas e administrar a situação de cada atleta”.

Assim também acompanhe sobre a posição de centroavante sem Rodrigão. Bem como o comandante citou que são meninos que estão trabalhando. Da mesma forma ressaltou que Josiel e Veras se dedicam:

“Claro que o Rodrigão é experiente, faz a equipe respirar. Hoje a entrada do Josiel era para continuar competindo, sem deixar folga para o Betão e o Alemão conduzirem a bola. A gente trabalha com todo mundo. Vamos tentar melhorar o último terço para tomar as melhores decisões. Vamos tentar melhorar isso, estimular, para que possamos transformar em finalização e também em gol”.

Em suma sobre a troca de lado entre os extremos na visão de Kleina o desequilíbrio aconteceu quando trocou Moisés e o Richard de lado. Bem como tinha uma cobertura para o Moisés do lado do Edilson. Assim  quando trocou o lado, acabou, porque eles tinham trabalhado a cobertura de um lado.

“Aí começamos a ganhar espaço, a bola começou a ficar mais no ataque. Quase aconteceram situações, como a cabeçada do Josiel. Essa remontagem em dois dias por tudo o que aconteceu foi importante para a gente. Lamentar os dois pontos que perdemos para o VAR. Mas agora tentar fazer de tudo para conseguir a vitória em casa novamente contra o Náutico”.

 

(Foto destaque: André Palma Ribeiro)

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs

Deixe um comentário