Yago Henrique o jogador aguarda oportunidade dada pelo técnico Gilson Kleina para fazer a estreia pela equipe alvinegra.(Foto destaque: Diego Almeida/ PontePress)

Inicialmente a Ponte Preta terá a disposição o volante Yago Henrique. Assim como Yago, regularizado no BID na última quarta-feira (25), o jogador está disponível. Do mesmo modo aguarda uma oportunidade dada pelo técnico Gilson Kleina para fazer a estreia pela equipe alvinegra.

Ao mesmo tempo o atleta de 26 anos chegou à equipe há quase uma semana por empréstimo do Juventude. Por outro lado desde então treina com o elenco e aguarda chance para entrar em campo.

Juntamente com isso o futebolista sofreu com lesões no primeiro semestre e não disputa um jogo desde o dia 22 de março. No entanto em sua coletiva de apresentação, garantiu que se sente pronto para voltar aos gramados e fazer jus à confiança depositada nele pela Ponte.

“Foi uma conversa que eu achei melhor vir para a Ponte, porque quando eu soube do interesse eu fiquei muito motivado em vir aqui. E já estou a disposição para domingo, sim. Já estou treinando tem uns cinco dias com o grupo, conheço o professor Juvenílson, da preparação física, então acho que estou à disposição se o professor quiser contar comigo”.

Por outro lado pontua que o professor o conhece  e se encaixa no propõe durante o campeonato.

“Espero ajudar da melhor forma possível meus companheiros para que a gente possa sair com vitória”.

Por fim, a Ponte volta a entrar em campo neste domingo (29) contra o Vasco, às 16h, em São Januário. Ou seja, o time segue na luta para se afastar cada vez mais da degola. Enfim, o futebolista diz que ainda tempo de mudar:

“Primeiro a gente quer se afastar dessa zona perigosa e, conforme o time vai encorpando no campeonato, a gente quer brigar por pretensões maiores”.

Yago Henrique

Em síntese formado no Atlético-MG, o Yago se destacou na última temporada pelo CSA, com cinco gols. Bem como cinco assistências em 47 partidas. Por outro lado em seu último clube, o jogador atuou como segundo volante, porém também joga como meia.

 

(Foto destaque: Diego Almeida/ PontePress)

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs