Vila Nova espera primeiro adversário da Copa Verde

Antes de mais nada, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou a tabela básica da Copa Verde 2021. Assim, no Grupo N, o Vila Nova espera o ganhador do confronto do Grupo F entre Interporto-TO x Rio Branco-ES. A saber, o duelo da 1ª fase entre o time tocantinense e a equipe capixaba ocorre no dia 13 ou 14 de outubro, ainda a ser definido. Em resumo, o clube goiano será o único representante do Estado na competição.

Portanto, a estreia do Colorado no torneio deve ocorrer no dia 20 ou 21, uma semana depois do confronto citado. A saber, os goianos serão mandantes e, portanto, o OBA recebe o duelo do Grupo N, pela 2ª fase da Copa Verde. Pela final do campeonato, o jogo de ida tem data marcada para 25 de novembro e, por fim, a partida de volta acontece em 1º de dezembro.

Tabela básica da Copa Verde, competição na qual o Vila Nova vai ser o representante do Estado (Reprodução/CBF)
Tabela básica da Copa Verde, competição na qual o Vila Nova vai ser o representante do Estado (Reprodução/CBF)

Vila Nova deve jogar a Copa Verde com time alternativo

Em entrevista para o repórter Paulo Massad, do Sistema Sagres, o vice-presidente do Vila Nova, Leandro Bittar, comentou sobre o elenco para a disputa do torneio. Além disso, o dirigente citou a situação do Colorado na Série B.

Qualquer campeonato que a gente tiver condições, iremos disputar. Então, hora nenhuma pensamos em deixar de participar da Copa Verde. Principalmente porque enxergamos que o Vila Nova precisa estar em evidência, disputando todos os torneios possíveis. Além disso, nossa torcida tem vontade, sede de ganhar títulos. Dessa forma, o que pudermos disputar, nós iremos, sempre pensando em colocar o time em evidência. Temos o grupo principal do nosso elenco com jogadores da base e jogadores mais jovens que trouxemos, além dos pratas da casa, que precisamos dar ritmo, experiência e rodagem. Assim, uma competição como esta permite isso. É claro que tudo depende de como estaremos na Série B. Sendo assim, podemos aproveitar alguns atletas do time de cima que não estejam sendo utilizados para que possam mostrar seu valor. Então a gente pretende fazer uma mescla e, dependendo de como estivermos nas competições, vamos encorpando”, declarou Leandro Bittar.

Vice-presidente comenta sobre mudança na comissão técnica do Vila Nova para a Copa Verde

Ademais, outra mudança acontece no comando técnico. A princípio, Higo Magalhães deve continuar à frente do Tigre na disputada da Série B. Sendo assim, o Leandro Bittar citou dois outros treinadores que podem assumir a equipe na Copa Verde. A saber, a tabela da competição ainda não foi divulgada.

“Não definimos ainda a comissão técnica. Agora temos o Rafael Toledo, que foi incorporado à nossa comissão permanente, será auxiliar do Higo e já começa a partir do próximo jogo. Temos o Kássio Fernando, que vinha sendo o auxiliar e está fazendo o trabalho com o sub-20. Então, devemos definir quem irá comandar. Porém, independente de quem estiver à frente do grupo, são pessoas nas quais confiamos. Eles estão há muito tempo aqui no Vila, sabem a maneira de trabalhar e confiamos muito neles”, finalizou o vice-presidente.

Foto destaque: Divulgação/Cuiabá EC

Danyela Freitas
Sou goianiense, graduada em Letras pela Universidade Federal de Goiás (UFG), pós-graduada em Jornalismo Esportivo pela Estácio-SP e tenho três grandes paixões: a escrita, a leitura e o esporte (não necessariamente nessa ordem).