#VemProMajestoso (Foto destaque: Divulgação/ PontePress)

Primeiramente, nesta quarta-feira (27), começaram as vendas de ingressos para o compromisso no próximo sábado (30), entre Ponte Preta x Vitória no Moisés Lucarelli. De maneira que, a ação #VemProMajestoso, traz os ingressos com preços reduzidos.  Bem como, o time convoca toda a torcida!!! Assim também, os bilhetes podem ser adquiridos pelo site Futebolcard.

Vale lembrar, os valores da geral e da arquibancada descoberta custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Imediatamente, as entradas para VIP e vitalícia para a partida custam R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia). Vale lembrar que contra o Náutico, o clube cobrou R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia) nesses setores.

Assim também, a iniciativa de diminuir os valores leva em conta a importância de mobilizar a torcida para uma partida fundamental.

#VemProMajestoso

Juntamente com isso, os sócio torcedores que possuem o plano que dá direito a assistir aos jogos sem desembolsar nada. Por outro lado, já estão aptos a retirarem os ingressos na sala do TC10+ desde a última terça-feira (26). De maneira que até o dia 29, a retirada poderá ser efetuada sempre das 9h às 18h. Além disso, no sábado (30), data do confronto, o horário estará restrito das 9h às 15h.

Do mesmo modo, é necessário a apresentação da carteirinha e um documento com foto, além do comprovante do esquema vacinal completo ou teste negativo para Covid-19 (com validade de 48h para PCR e 24h para antígeno).

Em conclusão, é o segundo jogo que a Macaca poderá receber sua torcida em casa desde a liberação do público. Em suma, os comandados de Gilson Kleina contarão com a energia de seus adeptos para buscarem um segundo resultado positivo seguido.

Nesse ínterim,  o time  paulista e a equipe baiana se enfrentaram 27 vezes na história. Nesse sentido, a Veterana acumula 9 triunfos, enquanto o Rubro-Negro Baiano soma 10. No restante, oito partidas terminaram empatadas.

 

Foto destaque: Divulgação/ PontePress

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs