Vargas vira ausência no Atlético-MG e torcida ‘comemora’ nas redes: ‘reforço’

Vargas podia ganhar uma chance contra o Botafogo, mas se lesionou no treino que antecedeu o jogo e o torcedor pegou no pé

Na escalação que o Atlético-MG divulgou na noite deste sábado (16), para encarar o Botafogo, um nome não estava presente nem entre os reservas, do chileno Eduardo Vargas. O Galo anunciou que ele sofreu uma lesão e a torcida “comemorou”, pedindo a saída dele do clube.

Segundo o Atlético, Vargas sofreu entorse importante no joelho esquerdo durante o treino de sexta-feira (15). O atacante não vai precisar passar por cirurgia e será avaliado semanalmente pelos médicos do clube. O tempo de recuperação não foi informado

Vargas vive um péssimo ano no Atlético, sendo um dos jogadores mais criticados pela torcida. Ele foi um dos jogadores mais importantes na reta final de 2022, mas não conseguiu repetir as performances neste ano. O jogador tem apenas três gols e algumas polêmicas extra-campo, como quando uma organizada do Galo foi atrás dele em uma balada. Além disso, ele é constantemente vaiado pela torcida nos anúncios das escalações quando o alvinegro joga em casa.

Nas redes sociais, a torcida do Atlético se revoltou com mais uma lesão de Vargas e citou a ausência dele como “reforços”, além de pedirem a saída dele do clube.

https://twitter.com/DAYVlSON/status/1703186145192874006

https://twitter.com/bgdisant/status/1703185895921188989

Vargas em 2023

Vargas tem até um bom número de jogos em 2023, sendo 31 no total, mas com apenas 1337 minutos, o que dá uma média de 43 minutos por jogo. Ou seja, ele não joga um tempo inteiro quando está em campo. Dos 31 jogos, em 13 ele foi titular, mas a maioria pelo Campeonato Mineiro, com time misto ou reserva, ou então quando outro atacante (Hulk ou Paulinho) não estava disponível. Ainda nos 31 jogos, Vargas atuou os 90 minutos em apenas sete deles. Todos por conta de alguma “justificativa”:

  • Três jogos pelo Mineiro no time misto/reserva (Ipatinga, Patrocinense e Democrata-GV)
  • Dois jogos substituindo Hulk, suspenso (Libertad e Red Bull Bragantino
  • Dois jogos substituindo Paulinho, poupado (Brasil de Pelotas e Coritiba)

Vargas marcou apenas três gols em 2023. Coincidência ou não, em três jogos em que ele foi titular: Patrocinense, Democrata-GV e Internacional. No último deles, contra o Inter, há quase quatro meses, balançou as redes nos minutos iniciais e comemorou com as mãos na orelha, clássica celebração de quem quer atacar os críticos: “Eu estava precisando muito desse gol. Mas não ligo para o torcedor. É o nosso trabalho. Eles podem xingar, podem elogiar, mas eu não ligo. Eu sempre estou com a cabeça boa e continuo trabalhando”, disse no intervalo da partida em questão.

A última vez que Vargas foi titular do Atlético, foi no polêmico jogo contra o Corinthians, quando o time foi eliminado da Copa do Brasil. O chileno começou jogando por opção de Coudet, que decidiu poupar o atacante Hulk. Com o time mal no primeiro tempo, o técnico optou por desfazer essa troca já no intervalo. A troca não adiantou, o Galo foi eliminado e Coudet sofreu duras críticas por ter poupado seu principal jogador.

Os números de Vargas em 2023

  • 31 jogos – 13 como titular (7 completos)
  • 1337 minutos jogados – 43 minutos por jogo
  • 3 gols (Patrocinense, Democrata-GV e Internacional)
  • 1 assistência (Tombense)
  • Último jogo como titular: 0x2 Corinthians (31/05) – saiu no intervalo
  • Último gol: 2×0 Internacional (13/05)
Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick se formou em Jornalismo na PUC Minas em 2021. Antes de Trivela e Futebol na Veia, passou por Esporte News Mundo, EstrelaBet e Hoje em Dia.