Três jogos da Série D foram decididos nos pênaltis

Mais um time baiano garantido nas oitavas de finais do Brasileirão Série D. Dessa vez, o Juazeirense conquistou sua classificação nos pênaltis contra o Patrocinense no Estádio Pedro Alves do Nascimento. Foi decidida também nas penalidades os jogos entre Avenida 0 x 0 Caxias e Cianorte 0 x 0 Ferroviária. Em contrapartida, o Brusque venceu, facilmente, por 2 x 0 o Hercílio Luz, no Augusto Bauer. Todos os jogos aconteceram nesse domingo (23) de emoção nas penalidades máximas.

Brasileirão Série D – Segunda fase

Patrocinense (4) 1 x 0 (5) Juazeirense – Pênaltis

O primeiro tempo começou agitado para os times da casa, precisando de um gol para levar a partida para os pênaltis, o time de Minas Gerais foi para cima logo no começo do jogo. Aos 10 minutos, Mario César finaliza forte para defesa de Gleibson após bate cabeça da zaga do Juazeirense. Já aos 20′, Érick Bahia não conseguiu finalizar ao gol depois do bom cruzamento de Jonathan Moc. Enquanto isso, o time Baiano tentava conseguir um contra ataque para tranquilizar a partida, mas não falhou. Tanto que as 25′, Erick Bahia, finalmente, consegue chutar rasteiro para o gol e Rodrigo Ramos salva em cima da linha.

Logo no início do segundo tempo, aos quatro minutos, Cesinha faz pênalti em Danielzinho. E o camisa 10 Luis Fernando chuta forte no meio do gol para abrir o placar. Enquanto o Patrocinense tinha tudo para ampliar a vantagem, com ataques velozes e, obviamente, com apoio de sua torcida. O Juazeirense chegou poucas vezes no gol de Cleysson. Apenas no final do jogo, precisamente, nos 36′ do relógio Ewerton limpa a zaga do time Mineiro e finaliza para defesa do goleiro.

Nos pênaltis, enquanto estava 3 x 3, Danielzinho pega a bola para bater na marca do cal e finaliza mal para defesa de Gleibson. Neste momento, já começou um desentendimento entre os jogadores reservas de ambas equipes. Quando Ewerton acertou o gol na última bola que faltava, a confusão foi generalizada. Houve agressões dos dois lados, até membros da torcida do Patrocinense trocou socos com jogadores do time visitante. A polícia precisou intervir para acalmar os ânimos.

https://www.youtube.com/watch?v=sHuLqIPd8gU

Avenida (5) 0 x 0 (6) Caxias – Pênaltis

Mesmo com mais um jogo movimento entre as equipes, Avenida e Caxias não conseguiram fazer gol nos 180 minutos. O duelo valendo vaga para as oitavas de finais do Brasileirão série D, começou com o Caxias no ataque. Aos quatro minutos, Rafael Gava chutou bola perigosa para defesa do goleiro Alviverde. O time da casa até tentava chegar ao gol do Caxias, mas, por falta de criatividade, não conseguia finalizar as jogadas. Já que aos 36′, mais uma bola com perigo rondou sua defesa. Dessa vez, Diego Miranda chutou forte e a bola saiu raspando a trave do goleiro Fabiano Heves.

Embora o jogo tenha voltado animado para o segundo tempo, com boas chances para os dois lados. Como no lance de Elias, pelo Avenida, aos nove limpando alguns defensores e finalizando ao gol adversário. Ou, na grande defesa do goleiro Fabiano Heves após chute de Márcio Jonatan, aos 26′. O jogo acabou com chances criadas para os dois times.

Rafael Gava começou errando o pênalti para o Caxias, no entanto, foi o único erro da equipe do Sul. Já no lado Alviverde, Davi Lopes e Alexandre Bindé erraram. A classificação poderia ficar em qualquer um dos lados do confronto, todos os jogadores se empenharam e fizeram um jogo com boas chances criadas. Mas só um lado pode sair vencedor e foi o Caxias.

https://www.youtube.com/watch?v=-zxXWmwNWPE

Cianorte (4) 0 x 0 (3) Ferroviária – Pênaltis

No estádio Albino Turbay, o jogo foi mais pegado. Como fizeram no primeiro jogo, que também empatou em 0 x 0, os times optaram por jogar no meio campo, com bastante faltas e estudo do adversário. Houve uma jogada boa para cada equipe no primeiro tempo. O Ferroviária chegou ao gol de Bruno aos 24 minutos com o chute de perna esquerda de Léo Castro. Já o Cianorte chegou aos 32′, Formiga acertou em cheio a trave da equipe do interior de São Paulo.

O segundo tempo foi todo da Ferroviária. Aos nove minutos, Bruno teve que se esticar para evitar o gol de Roberto. Além disso, Léo Castro chegou duas vezes com boas chances de abrir o placar mas nada feito. As equipes até tentaram evitar os pênaltis, dentro de suas limitações, é claro, mas não conseguiram.

Para as cobranças de pênaltis, Raul e Gabriel Leite bateram mal para o gol do Cianorte, enquanto a equipe do Paraná não errou sequer uma penalidade. Para bater o pênalti que sacramentava a classificação do Cianorte para as oitavas de finais do Campeonato Brasileiro Série D, Rodrigo Alves bateu forte e rasteiro no canto esquerdo.

https://www.youtube.com/watch?v=j9f6jlez6mE

Brusque 2 x 0 Hercílio Luz

O jogo com mais certeza de classificação foi no Augusto Bauer. A equipe de Santa Catarina foi precisa para conquistar sua classificação. Tanto que aos 30 minutos abriu o placar com Junior Pirambú, de canhota ele abriu o placar e viu seu time engolir o Hercílio Luz até o fim do jogo. Com a superioridade técnica, o jogo acabou 1 x 0 no primeiro tempo.

Já na volta do intervalo, a equipe também Catarinense tentou empatar a partida. Mas foi passageira a pressão do Hercílio e, logo a equipe do Brusque voltou a controlar a partida. Já que aos 49′ conseguiu ampliar e fechar o placar com Zé Mateus. Com a vitória, o Brusque enfrenta um velho conhecido, o BoavistaRJ.

https://www.youtube.com/watch?v=hyy0Tuqgjek

Giovanna Matiello

Giovanna Matiello

Meu nome é Giovanna Matiello, tenho 19 anos e sou estudante de jornalismo na UNIP. Sou apaixonada por esportes por causa da minha família, meu pai é fanático por futebol, minha tia é ex jogadora profissional de futsal e meu tio é vidrado no vôlei e é professor de educação física. Fica óbvia minha relação com o esporte.
A NBA e a NFL entraram na minha vida por admiração à organização americana. Sonho em ser jornalista esportiva porque acredito que o esporte é um caminho de educação e, porque culturalmente falando, talvez seja uma das poucas tradições que uni verdadeiramente o povo brasileiro.