Técnico do Vila Nova analisa adversário: “time de transição rápida” (Douglas Monteiro/Vila Nova FC)

Pela Copa Verde de 2021, o Colorado vai a Aquidauana (MS) enfrentar o time da cidade sul-mato-grossense nesta quinta-feira (28). A partir disso, Higo Magalhães, técnico do Vila Nova, analisou o rival e elogiou o goleiro adversário.

Primeiramente, nosso adversário é um time de transição rápida. Além disso, pode ser que ser comporte com linha baixa. Então, a gente entende que em dois jogos a estratégia muda. Ademais, eles têm uma equipe jovem, mas que quer mostrar seu trabalho. Eles possuem um centroavante móvel, um goleiro jovem que vem mostrando que merece estar jogando. Então, entendemos também que temos a responsabilidade de fazer um grande jogo. Agora, jogando em casa, a equipe deles vai estar empolgada e querendo mostrar muito trabalho. Ainda assim, temos tudo para aproveitar a oportunidade, respeitando muito o adversário. Somos um time humilde, trabalhamos no nosso limite e agora temos mais uma oportunidade de fazer isso”, afirmou o técnico.

Detalhes do duelo

Antes de mais nada, mantendo um time alternativo na Copa Verde, o Vila Nova visita o Aquidauanense em Mato Grosso do Sul. Assim, as equipes se enfrentam pelo jogo de ida das quartas de final do torneio nesta quinta-feira (28), às 16h (horário de Brasília), no Estádio Noroeste, em Aquidauana. O Tigre, no entanto, não conta com Pedro Júnior.

Em resumo, o atacante, que fez dois gols em cima do Rio Branco VN (ES) na 2ª fase da Copa Verde, permanece no departamento médico. A saber, o atleta se recupera de lesão no tornozelo. Com isso, Rafael Silva deve entrar no time titular. Por fim, o duelo será transmitido pela ELEVEN Sports.

Provável escalação montada pelo técnico do Vila Nova

Fabrício; André Krobel, Xandão, Ricardo Lima, Bruno Collaço, Kallyl, Gustavo, Tiago Real (João Pedro); Diego Tavares, Rafael Silva, Kelvin (Nico Maná).

Foto destaque: Divulgação/Douglas Monteiro/Vila Nova FC

Danyela Freitas
Sou goianiense, graduada em Letras pela Universidade Federal de Goiás (UFG), pós-graduada em Jornalismo Esportivo pela Estácio-SP e tenho três grandes paixões: a escrita, a leitura e o esporte (não necessariamente nessa ordem).