Na próxima quarta-feira (24), Eder, atacante do São Paulo, será desfalque para enfrentar o Athletico, na próxima rodada. Afinal, o atacante recebeu o 3° cartão amarelo no duelo contra o Palmeiras. Assim, o jogador ficará apenas treinando com o grupo no decorrer da semana. Assim, o atleta perde a oportunidade de buscar mais espaço no time de Rogério Ceni.

Decerto, não será um desfalque muito sentido para o comandante são-paulino. O atacante vem sendo reserva da equipe nos últimos jogos. Além disso, muitas vezes se quer entra no 2ª tempo das partidas. Assim, contra o Palmeiras, Ceni decidiu dar uma chance ao ítalo-brasileiro, que não conseguiu se destacar.

Leia mais:

Eder: atacante vai ser desfalque do São Paulo contra o Athletico

A princípio, há informações de que clube e atleta buscam concretizar uma rescisão amigável. O intuito era acertar a quebra contratual antes do fim da temporada. Contudo, as coisas mudaram e o atleta deve sair após o encerramento do Brasileirão. Portanto, o veterano encara os próximos jogos como uma despedida da equipe que o acolheu após uma carreira de sucesso no exterior.

Todavia, em nenhum momento da temporada Eder foi titular do São Paulo. O Atacante teve poucos bons momentos e não fez muitos gols. Por outro lado, a forma física do atleta sempre foi colacada em xeque. Afinal, pôde-se perceber que o jogador estava fora de forma durante quase todo o ano. Dessa forma, a torcida criticou a demora para se chegar a um bom condicionamento.

O atacante será desfalque do São Paulo contra o Athletico. Portanto, Eder treinará bastante para conseguir uma nova chance no jogo contra o Sport Recife. Assim, este jogo ocorre no outro sábado (27), às 21h30 (horário de Brasília), no Morumbi, em jogo válido pela 35ª rodada do Brasileirão.

Foto Destaque:Reprodução/Staff Images/Conmebol

Isaac Rufino
Tenho 19 anos e sou estudante de Jornalismo pela FMU, em São Paulo. Sou apaixonado por Jornalismo e todas as suas áreas, porém a minha preferência sempre foi na área esportiva. Meu primeiro objetivo é ganhar experiência na área, buscar conhecimento e aprender com os melhores, por isso estou aqui. Entretanto, ao falar sobre objetivos futuros, tenho certeza de que a minha maior meta é fazer a cobertura de uma Copa do Mundo. Me considero um cara exigente, obstinado e não me contento em ser apenas mais um. Estou aqui para mostrar a minha capacidade e galgar degraus dentro do Jornalismo.