São Paulo tem prioridade de compra de João Veras. (Foto destaque: Diego Almeida/ PontePress)

Antes de tudo, João Veras, atleta que defende a Ponte Preta, pode estar de saída. Do mesmo modo, o São Paulo tem prioridade de compra no craque. No entanto, vê atacante sem destaque em 2021.

Do mesmo modo, a situação mostra que o time não se interessa em contar com o jogador neste momento. Além disso, a temporada sem destaque do centroavante é o que desanima o departamento de futebol controlado por Carlos Belmonte Sobrinho.

Vale lembrar que o atleta participou de 33 jogos da Ponte em 2021, sendo apenas 11 de titular. Da mesma forma, o futebolista esteve em campo por 1.196 minutos. Bem como, neste período, marcou cinco gols. Em contrapartida, sem se responsabilizar por assistências. Assim como, os números sem brilho e o pouco tempo em campo fizeram com que o Tricolor desanimasse da contratação.

Simultaneamente nos últimos meses, houve duas tentativas dos representantes do atleta em levá-lo para o Morumbi. Por outro lado, os empresários tentaram até a participação de um investidor para tirá-lo da Ponte Preta, mas as conversas não avançaram por decisão do Tricolor Paulista.

Sao Paulo tem prioridade de compra de João Veras

Eventualmente, sem animar a diretoria tricolor no mercado da bola, o futebolista foi oferecido a outros três clubes do futebol brasileiro: Athletico-PR, Cruzeiro e Santos. Contudo, os times não se empolgaram com a possibilidade de contratar o atacante de 21 anos.

Em conclusão, João Veras tem multa rescisória de 5 milhões de euros. Ou seja, (R$ 32,4 milhões na cotação atual) para o exterior. Ocasionalmente, o jogador ainda é visto como um nome promissor no Moisés Lucarelli. Por outro lado recebe cerca de R$ 20 mil por mês em seu contrato, que se encerra no fim de 2022.

 

Foto destaque: Diego Almeida/ PontePress

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs