Artilheiro do Vitória na temporada atual, Samuel soma cinco gols marcados. O último deles aconteceu na vitória por 3 a 1 contra o Treze. Centroavante marcou um bonito gol de voleio contra equipe paraíbana

Uma das apostas da base para o setor de ataque do Vitória para a temporada 2021, Samuel tem se destacado no comando ofensivo do time baiano. Autor de um golaço de voleio na noite do último domingo (4), na vitória por 3 a 1 sobre o Treze (PB), o jogador recebeu o prêmio de craque da partida.

Com a marca, ele acumula, agora, quatro troféus de melhor jogador em 7 jogos disputados pela Copa do Nordeste 2021. Dessa forma, com o desempenho positivo atuando como centroavante, Samuel se tornou artilheiro da equipe com cinco gols anotados, sendo quatro deles no Nordestão.

Com apenas 20 anos, o atacante ajudou o Vitória a encaminhar a classificação para a fase de mata-mata da competição regional. Logo, na entrevista coletiva cedida na Toca do Leão, nesta segunda-feira (5), o jovem jogador afirmou que não chegou nem perto de sonhar um início tão promissor vestindo a camisa 9 do Rubro-Negro baiano.

“Acho que nem nos meus melhores sonhos esperava um começo de temporada assim. Mas graças a Deus as coisas estão acontecendo. É manter e evoluir cada vez mais”, garantiu.

SAMUEL EXPLICA POSIÇÃO DE PREFERÊNCIA DENTRO DE CAMPO 

Dentre suas marcas, Samuel soma cinco gols feitos em 11 partidas disputadas. Além disso, na Copa do Nordeste, ele está atrás apenas de Delatorre, do CSA, e de Gilberto, do Bahia. Promovido ao profissional pelo treinador Rodrigo Chagas, o centroavante revelou que possui a preferência de atuar centralizado. Contudo, busca se movimentar para ser uma opção também de criação para os companheiros.

“Prefiro atuar centralizado, mas o professor Rodrigo pede para a gente não ficar muito parado, para movimentar bastante, até para criar espaço para os meias ou para os atacantes de beirada. Tento ter essa mobilidade também de aparecer pelos lados para criar esse espaço para outros jogadores infiltrarem”, comentou Samuel.

FALTA DO CLÁSSIFO CAMISA 10

Questionado sobre a necessidade de um atleta que oportunize mais chances para marcar gols, Samuel avaliou as ausências dos meias Gabriel Santiago e Eduardo como simbólicas. No entanto, o jogador afirmou que uma das alternativas do elenco, o meia-atacante Alisson Farias, tem condições de fazer esse papel no Vitória.

“A gente tem sofrido muito com a perda desses atletas, o Gabriel, o Eduardo, o próprio Fernando Neto também. Mas ontem o Alisson estava muito bem no jogo. Infelizmente, com a expulsão do Pedrinho, o professor teve que sacar ele, que estava muito bem no jogo. É questão de adaptação. Alisson tem total condições de jogar ali por dentro”, analisou o jogador de 20 anos.

Por fim, Samuel vai entrar em campo novamente nesta quarta-feira (7). Na ocasião, o Vitória recebe o Rio Branco (ES), no Estádio Barradão, às 19h (horário de Brasília), pela 2ª fase da Copa do Brasil. 

Foto Destaque: Divulgação/EC Vitória/Pietro Carpi

Avatar
Pedro Moraes
Falar e escrever sobre futebol é o que há! O Jornalismo Esportivo só me ajudou a ser amante deste esporte, seja ele estadual, nacional ou internacional. Copa do Mundo é vida! Libertadores é pra cardíaco!

Deixe uma resposta