Primeiramente, com o término do Brasileirão 2021, o presidente e o superintendente do Guarani vieram a público em uma entrevista coletiva nesta quarta-feira (1). Dessa forma, realizaram um balanço sobre o desempenho do Bugre, além de informações sobre o que planejam para a temporada de 2022.

Presidente do Guarani em entrevista coletiva

Ricardo Moisés, presidente do Guarani, elogiou bastante o desempenho do Bugre. O time brigou até a última rodada pelo acesso à 1ª divisão do Brasileirão. Mesmo com a situação financeira desfavorável, ressaltou:

 “O Guarani iniciou o torneio com objetivo de acesso. Brigamos pela classificação até a última rodada, mas o acesso escapou por detalhes”, disse. “O sentimento é de dever cumprido. Embora, não conseguimos fechar o ano com o objetivo, mas resgatamos o valor do Guarani no mercado e fizemos nosso melhor”, afirmou.

Assim, além do bom trabalho no futebol profissional, a gestão merece ser elogiada também em outros departamentos. Como disse em seguida:

“Fico muito satisfeito com essa aceitação do trabalho. A gente vem de evolução grande nas categorias de base, entre os oito melhores do Paulista. O clube vem sendo bem cuidado. O departamento de futebol vem com grandes evoluções. É isso que vamos fazer. Melhorar em todos os departamentos para o Guarani voltar à primeira divisão bem estruturado”, completou Ricardo Moisés.

Superintendente do Guarani

Em seguida, foi a vez de Michel falar sobre tudo o que foi construído no ano de 2021 na entrevista coletiva. “Não podemos deixar de ficar orgulhosos com o trabalho que foi feito por todos. O Guarani brigou a todo momento na parte de cima. Então, temos que considerar que foi um trabalho muito sólido, seguro e que resgatou a alegria do torcedor”, começou ele.

Por seguinte, sobre o planejamento, o dirigente adiantou que a prioridade é a manutenção da comissão técnica e que, a partir de então, o clube dá sequência à montagem do elenco. “Tenham certeza que a gente está trabalhando. Temos a intenção de manter grande parte do elenco e vamos buscar isso dentro das condições e do orçamento disponível”, finalizou Michel Alves.

Foto destaque: Reprodução/ Thomaz Marostegan/ Guarani FC

Kelvin Vendito
O amor ao esporte me direciona ao futuro. A paixão pelo grito de gol que se ouve em um estádio lotado, mostra o futuro certo que escolhi para a minha vida. O esporte sempre fez parte da minha vida. O esporte é minha vida!