Retrô x Santa Cruz como aconteceu – resultado, destaques e reação

Na noite desta segunda-feira (1), Retrô x Santa Cruz se enfrentaram na Arena Pernambuco, em duelo válido pela 2ª fase do Brasileirão Série D 2022. Assim, após o jogo no Arruda terminar sem gols, e muita polêmica durante a semana sobre os ingressos, se classificou para as oitavas de final da competição.

Assista aos melhores momentos de Retrô x Santa Cruz

1º tempo: Santa Cruz precisou apenas de duas chances

Primeiramente, logo aos 2′, o Santa Cruz abriu o placar, com a jogada que começou nos pés de Feijão, que lançou para Anderson Ceará tocar em Raphael Macena, para o cruzamento na área e conclusão de Hugo Cabral, na segunda trave, 1 x 0. Em resposta, aos 9′, Charles arriscou de fora e a bola passou raspando a trave.

Até que, aos 27′, após bola perdida no campo de ataque coral, Ítalo encontrou Radsley, que driblou o marcador e finalizou no canto, para marcar um bonito gol e deixar tudo igual para a Fênix, 1 x 1. Na sequência, aos 30′, após cruzamento de Charles, Gustavo Ermel tocou de cabeça para a defesa de Jefferson. Em seguida, aos 34′, Ermel fez o passe para Radsley que, por muito pouco, não marcou o segundo.

No lance seguinte, aos 36′, Franklin Mascote ligou contra-ataque com Matheus Serafim, que finalizou cruzado e, Mascote quase alcançou para colocar nas redes. No entanto, aos 38′, Daniel encontrou Hugo Cabral que, em posição duvidosa , aproveitou a pausa da marcação do Retrô na jogada e colocou novamente o Santa Cruz na frente, 2 x 1. 

2° tempo: Pressão do Retrô, mas faltou a cereja do bolo

Primeiramente, aos 4′, de cabeça, Gustavo Ermel completou para fora o cruzamento de Felipinho, na primeira chegada do Retrô na etapa final. Aos 7′, Matheus Serafim arrancou pela direita e encontrou Gustavo Ermel, mas o atacante, mesmo pegando de primeira, errou o alvo. Por outro lado, aos 16′, após cobrança de escanteio, Raphael Macena encontrou a cabeça de Alemão, mas o zagueiro coral parou no travessão.

Em resposta, aos 24′, Felipinho limpou o marcador e arriscou bom chute, mas a bola passou perto. Na sequência, aos 29′, Gustavo Ermel lançou na área para João Guilherme, que cabeceou por cima do gol. Em seguida, aos 34′, Diego Cardoso saiu cara a cara com Jefferson, mas o goleiro tricolor levou a melhor, espalmando a bola para escanteio. Na cobrança, Alencar finalizou com perigo, contando com desvio na marcação. Em outro corner, Yuri Bigode tocou de cabeça, por cima do gol.

Aos 38′, seguiu a pressão azulina, com Mayk, que arrancou pela esquerda e encontrou Radsley, o meia chutou em cima da defesa coral e a bola ficou tranquila para Jefferson. Na sequência, aos 40′, Gustavo Ermel tentou o passe para Mascote, que estava na segunda trave, mas a bola passou direto. Por fim, aos 51′, Arthur cometeu falta em João Guilherme e recebeu o segundo cartão amarelo, por consequência, também o vermelho, deixando o Santa Cruz com um a menos no apito final, que veio logo em seguida, com muita comemoração dentro e fora de campo.

https://twitter.com/SantaCruzFC/status/1554274340874719232?s=20&t=0R2ja4I7VIvD37iCbO-GXQ

Retrô x Santa Cruz – E agora?

Dessa forma, com a vitória e a classificação, o Santa Cruz terá o Tocantinópolis nas oitavas de final, em duas partidas. Por outro lado, o Retrô, apesar da boa campanha até então, deixa a Série D após essa derrota.

Foto destaque: Divulgação/Evelyn Victoria/Santa Cruz FC 

Payciúma Luiz
Quase duas décadas acompanhando futebol me obrigaram a seguir esse caminho. Acabei me apaixonando pela metamorfose ambulante do mundo da bola e fiz disso o meu ofício. 23 anos, estudante de Jornalismo na UNIBRA, setorista do Santa Cruz no FNV, do Venezia no PL Brasil e torcedor do Paysandu Sport Club.

Deixe um comentário