A rescisão do volante Jadsom com o Cruzeiro foi publicada no BID na tarde da última quinta-feira (11). Com isso, o jogador tem o caminho livre para ser anunciado oficialmente pelo Bragantino, com quem assinou por cinco anos.

O fim do vínculo entre as partes é uma boa notícia, principalmente, para a diretoria celeste. Anteriormente, em janeiro, o jogador de 19 anos entrou com uma ação trabalhista pedindo rescisão indireta. Mas com o pagamento dos salários atrasados e a liberação para fechar com o clube paulista o empresário do futebolista não avançou no processo judicial. Desse modo, a Raposa aguarda apenas o pagamento do Braga para liberar o volante.

A saber, o clube celeste cedeu 40% dos direitos de Jadsom e manteve 20% dos direitos do garoto. Para isso receberá cerca de R$5,4 milhões. O acerto entre as partes foi um dos primeiros feitos de André Mazucco, novo diretor de futebol do Cruzeiro.

A CARÊNCIA DE JOGADORES NO CRUZEIRO

O Cruzeiro aguarda ansioso o pagamento do Bragantino pelo garoto Jadsom. Já que o valor servira não apenas para quitar salários atrasados na Toca da Raposa. Como também para pagar a dívida do clube com o PSTC, do Paraná. Assim, o time poderá ser liberado para registrar novos jogadores na CBF.

Resolver as questões burocrática é urgente. Já que com a saída do volante, o clube estrelado conta apenas com Adriano na posição para a temporada 2021. É provável, que Henrique volte apenas após o Campeonato Mineiro. Sem atuar desde outubro, o jogador passou por nova cirurgia no joelho direito e não tem prazo de recuperação. Por outro lado, Matheus Barbosa, que alcançou o acesso à Série A com o Cuiabá, acertou empréstimo até o fim de 2021. Além disso, Palmeiras e Cruzeiro estão avançados na negociação do volante Neris, de 21 anos, que pode vir em definitivo.

Foto Destaque: Bruno Haddad/Cruzeiro

Izabela Avelar
Izabela Avelar
Izabela Avelar, mineira de 22 anos. Estudante de Jornalismo na UNA, em Belo Horizonte. Amo esportes e em especial a paixão dos brasileiros: o futebol. Tenho apreciado esta arte pelas arquibandas. Agora me aventuro também pelos bastidores. Para as mulheres, não é fácil entrar nesse mundo. Eu decidi enfrentar. Estou em busca do meu espaço. Levar a alegria de forma imparcial. E provar que mulher entende sim de futebol.