Recém chegado ao Operário, Diego Cardoso conquista sequência como titular

- O jogador que chegou em outubro era um desejo antigo da diretoria do Fantasma
Operário Diego

Há dois meses no Operário, o atacante Diego Cardoso que foi contratado em meio à pandemia vive uma boa fase. Isso porque o jogador conquistou uma sequência na equipe como titular, logo é um feito muito importante no Brasileirão Série B. Ao passo que ele marcou presença nos jogos contra o América-MG, CSA, Paraná e Brasil de Pelotas.

O camisa 7 comemorou o fato de conquistar essa sequência e garante que a tendência é só melhorar. Além disso, fez questão de agradecer o técnico Matheus Costa pelas oportunidades e realizou projeções para o Fantasma.

Fico feliz em ter essa sequência na equipe. Sabemos que com o tempo, vamos melhorando. Agradeço demais o professor por estar me dando essa oportunidade. Espero poder contribuir com o time, para que conquistemos mais pontos e avancemos ainda mais no campeonato”, afirma Diego. 

Atualmente, Diego Cardoso registra nove jogos com a camisa do Operário no Campeonato Brasileiro. E de acordo com o site de estatísticas SofaScore, ele acertou 75% dos passes que tentou até o momento na competição. Como ele é habilidoso e rápido, tem 64% de dribles bem-sucedidos.

O atacante tem um bom currículo profissional, já que é formado na base do Santos. Entretanto, a sua melhor passagem foi no Guarani, em 2019, quando fez 32 jogos e balançou as redes por 11 vezes. No entanto, Diego já defendeu outra equipe neste ano, trata-se Botafogo-SP. Onde jogou oito partidas e marcou um gol durante o Campeonato Paulista. Na carreira, o atleta do Fantasma possui 124 jogos e 37 gols anotados.

Diego Cardoso, de 26 anos tem algumas conquistas importantes em sua carreira. Por exemplo, um Sul-Americano pela Seleção Sub-17 (2011), uma Copa do Brasil Sub-20 (2013), duas Copas São Paulo (2013/2014) e um Paulista pelo profissional do Santos (2015).

Foto Destaque: Divulgação

Tathiane Marques
Tathiane Marques
Na verdade, não fui eu que escolhi o jornalismo e sim ele que me escolheu. Sem dúvidas, a profissão é como um oceano que precisa ser desvendado na sua profundeza, só assim é possível conhecer e respeitar toda sua beleza.

Artigos Relacionados

Topo