Ponte Preta vai ter novo presidente neste sábado. (Foto destaque: Marcos Ribolli)

De antemão, os conselheiros da Ponte Preta vão decidir no sábado (20), quem comandará o clube entre 2022 e 2025. Assim como, foram homologadas duas chapas para a disputa: “DNA Pontepretano” e “MRP – Movimento Renascimento Pontepretano”.

Eventualmente,  cada chapa precisou colher 225 assinaturas (150 conselheiros titulares e 75 suplentes) para fazer a inscrição. De maneira que foi realizada em 29 de outubro.

Assim, os conselheiros alvinegros aptos têm das 13h às 20h para votar nas eleições em meio à tensão nos corredores do Majestoso pela disputa que promete ser acirrada.

Do mesmo modo, a “DNA Pontepretano” tem ligação com o presidente de honra Sérgio Carnielli. Tal como, já anunciou que Eduardo Lacerda, ex-diretor de marketing, será o presidente, caso a chapa vença o pleito.

Por outro lado, o MRP (Movimento Renascimento Pontepretano) conta com a participação de ex-dirigentes. Bem como, Marco Eberlin e Gustavo Valio, e ainda não se posicionou sobre o candidato a presidente. Juntamente com isso, o estatuto do clube não exige que o nome seja escolhido antes da eleição.

Tal como, o presidente Sebastião Arcanjo, o Tiãozinho, não manifestou oficialmente apoio a nenhum dos lados. No entanto, integrantes da atual gestão já tomaram partido.

Ponte Preta vai ter novo presidente neste sábado

Eventualmente, no processo eleitoral do time, os sócios não votam em um candidato a presidente. Em contrapartida, definem os membros titulares e suplentes do Conselho. Por outro lado,  o presidente e vices da diretoria executiva para o mesmo período serão escolhidos pelos conselheiros da chapa vencedora.

De maneira que, o diretor financeiro Décio Sirbone e o diretor administrativo Maurilei Pereira aparecem na lista de integrantes do “MRP”. Por outro lado, o diretor social Agnaldo José Ruela foi inscrito na “DNA Pontepretano”. Assim também conta com o apoio de Fábio Abdalla, ex-diretor das categorias de base que deixou o cargo recentemente por questões políticas.

Bem como, ao total são 22 pessoas da “DNA Pontepretano” nessa situação. Sob o mesmo ponto de vista, não haveria mais possibilidade de substituição, caso novas liminares sejam cassadas, uma vez que o prazo para retificações terminou na quarta-feira – 72 horas antes das eleições.

Em contrapartida, em campo, a Ponte chega à penúltima rodada da Série B ameaçada pelo rebaixamento. Afinal, a Macaca tem 43 pontos, dois a mais que a degola, e pode eliminar o risco de queda no sábado (20), dependendo de uma combinação de resultados.

 

Foto destaque: Marcos Ribolli

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs

Deixe um comentário