Ponte Preta se reapresentou nesta segunda-feira (11).(Foto destaque: Diego Almeida/PontePress)

Primeiramente, descansados após receberem dois dias de folga, a Ponte Preta se reapresentou nesta segunda-feira (11) para focar nos trabalhos de preparação para a próxima rodada. Assim como, a partida contra o Náutico, acontece no próximo sábado (16).

Assim como elenco inicia a nova semana após realizar um jogo-treino, na última sexta-feira (8). Juntamente com isso tendo se reapresentado no dia seguinte ao empate em Florianópolis, a Macaca teve três dias seguidos de treinos. Vale lembrar que o último compromisso da semana, realizado no Majestoso, ficou por conta de um jogo-treino diante do Atibaia.

Por outro lado, os destaques da dinâmica ficaram por conta de Rodrigão e Josiel, que marcou o único gol do duelo. Assim também após a vitória por 1×0, o comandante Gilson Kleina compartilhou sua visão. Bem como sobre a dinâmica que será adotada neste tempo livre de compromissos que o time está aproveitando.

“Uma coisa que a gente vai tentar melhorar nesses 11 dias é o último terço do do campo para termos melhores escolhas, mas as tomadas de decisão passam muito pelo atleta no momento. Vamos tentar estimular para que possamos não só criar, mas também transformar em finalização e, claro, em gol”, disse.

Ponte Preta

Em suma, o duelo do próximo sábado (16), é importante na recorrente luta do clube contra o Z4. Do mesmo modo, marca o retorno da torcida pontepretana ao Estádio Moisés Lucarelli.

Afinal, em 15º lugar, com 34 pontos, a Ponte Preta volta a campo somente no dia 16 de outubro, diante do Náutico, no Estádio Moisés Lucarelli, às 16h.

Ocasionalmente Ponte Preta x Náutico se enfrentaram 24 vezes pelo Brasileirão, Série B e Copa do Brasil. Por outro lado a Macaca venceu 9 vezes, o Timbu venceu 7 e esses encontros ficaram empatados 8 vezes. Afinal, os números são equilibrados e até a data os dois times buscam recuperar atletas que estão no Departamento Médico.

Da mesma forma, o duelo válido pela 11ª rodada foi realizado nos Aflitos, em Recife em um jogo muito intenso que acabou empatado no placar de 1×1.

 

Foto destaque: Diego Almeida/PontePress

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs