Ponte Preta quer quebrar jejum. (Foto destaque: Diego Almeida/ PontePress)

Desde já a Ponte Preta treina na manhã desta terça-feira (21) antes de viajar para Ponta Grossa. Além disso o time enfrenta o Operário-PR na próxima quarta-feira (22). Da mesma forma diante da equipe paranaense, a Macaca tenta aproveitar momento vivido na competição para quebrar um jejum longe de casa. Vale lembrar que são 15 jogos desde que a Ponte venceu a última partida longe do Majestoso.

Eventualmente de lá pra cá o time acumulou 10 derrotas e cinco empates fora de casa. De maneira que foram duas derrotas e um empate no Campeonato Paulista e oito derrotas e quatro empates na Série B. Juntamente com isso jogando no Majestoso são seis jogos de invencibilidade, com cinco vitórias seguidas até o empate na última sexta-feira (17) em 0 x 0 contra o Guarani.

Por outro lado parte dos vencimentos atrasados foram acertados nos últimos dias e o momento é visto como ideal para a Veterana quebrar o jejum. Ainda mais que para isso vai ter que conquistar ainda a primeira vitória diante do Operário-PR no Germano Krugger. Simultaneamente foram apenas dois jogos disputados lá até hoje, com duas vitórias do Fantasma.

Em conclusão a Macaca é a 15ª colocada, com 26 pontos, enquanto o Operário-PR aparece em 10º lugar, com 34.

Ocasionalmente as equipes já se encontraram em campo cinco vezes. Em suma, são duas vitórias para os mandantes e uma para os visitantes. Ainda mais acumulam um empate de 0 x 0, em confronto dessa temporada.

 

(Foto destaque: Diego Almeida/PontePress)

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs