Paulista sub-20: Santos vira sobre a Ponte Preta e sai na frente pelas oitavas de final. (Foto destaque: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC)

Antes de mais nada, na tarde desta sexta-feira (19), no CT do Rei Pelé e pelo Paulista sub-20, a Ponte Preta perde do Santos. Ocasionalmente, o visitado saiu na frente por uma vaga às quartas de final. Da mesma forma, pelo jogo de ida das oitavas, o Peixe venceu de virada por 2 x 1.

De maneira que, Matheus Alisson abriu o placar para a Macaca, aos 15 minutos do primeiro tempo. Assim como, a reação santista aconteceu depois do intervalo com Gustavo Moreira que fez um gol de cabeça e empatou, logo aos três minutos. Por outro lado, Rwan garantiu o resultado positivo, aos 16.

Ainda mais, que foi o sétimo gol do artilheiro do time na competição.  vitória deixa o Santos com a vantagem de jogar pelo empate na partida de volta para avançar.

Por outro lado, os times voltam a se encontrar na próxima quinta-feira (25), às 15h, no Majestoso, em Campinas.

Nesse ínterim, por ter feito melhor campanha na somatória das fases até aqui, a Ponte tem o direito de decidir a classificação em casa. Juntamente com isso, precisa ganhar por um gol de diferença para forçar os pênaltis. Bem como, se vencer por dois ou mais, passa direto.

Paulista sub-20

Sobre o jogo, na primeira etapa a Ponte abriu o placar aos 15′ com Matheus Alisson. Já na segunda etapa em jogada ensaiada na cobrança de falta pela direita, Sandro ajeitou para Pedrinho, que cruzou com precisão para o zagueiro santista. Gustavo subiu mais que todos os marcadores e escorou para o fundo das redes.

Contudo, aos 16 minutos do segundo tempo, os Meninos da Vila já alcançaram a virada com o artilheiro da equipe, Rwan Seco. Lucas Barbosa recebeu pela esquerda do campo de ataque e arriscou a finalização cruzada com muita força. No rebote do goleiro, Fernandinho ajeitou na pequena área para Rwan prontamente colocar a bola no fundo das redes.

 

Foto destaque: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs

Deixe um comentário