Paraná Clube se reformulou para Série C e trouxe 19 atletas até o momento. No elenco, contudo, o técnico Maurílio Silva conta com mais da metade dos jogadores entre as posições de volante ou atacante. Por outro lado, o grupo tem apenas um meia e machucado.

Além disso, no ataque, o Tricolor tem nove atacantes de lado e dois centroavantes, totalizando 11. Porém, atletas de marcação são mais oito. Dessa forma, o elenco paranista possui 19 jogadores para apenas dois setores. Ou seja, o elenco conta com 34 atletas.

Contudo, o setor mais preocupante é o de criação. O único meia, Gabriel Pires, se machucou no final de semana e a previsão de retorno é de 45 dias. Além do mais, a direção não repôs, até o momento, as saídas de Maxi Rodríguez, Juninho e Thiago Alves, outras alternativas no meio-campo. Logo, a promessa é trazer um ou dois meias, além de outro centroavante.

Além dessas possíveis contratações, as mexidas no elenco continuam. Na última quinta-feira (15), o Paraná anunciou as chegadas do goleiro Neguet e do volante Luigi. Em contrapartida, o goleiro Lucas Wingert, o lateral-direito Pedro Costa, o volante Lucas Abreu e o centroavante Pedro Augusto estão próximos de rescindir. Desse modo, o quarteto, portanto, não entrou na contagem.

As contratações do Paraná

Antes de mais nada, o Tricolor realizou 38 contratações para a temporada, sendo 19 somente para o Brasileirão. Ainda assim, a maioria das contratações para a Série C foi intermediada pela FDA Sports, que terceirizou o departamento de futebol paranista, no início do mês passado.

Nesse sentido, 11 contratações que chegaram para a temporada já saíram e aumentará com o quarteto citado acima. Outros seis remanescentes de 2020 se despediram do clube também. Assim, as saídas chegarão a 21 jogadores.

Por fim, sendo o 7º colocado do Grupo B, com sete pontos, o Paraná volta a campo diante do Novorizontino na segunda-feira (19), às 20h (horário de Brasília) na Vila Capanema, pela 8ª rodada da Série C.

Foto destaque: Allexandre Fellipe/Paraná

Luiz Santos
Escrever se torna um refúgio. Falar sobre esportes virou uma paixão. Setorista do Paraná FC