Cruzeiro

A princípio registrado como Palestra Itália, posteriormente, veio a ser rebatizado para Cruzeiro Esporte Clube. Em janeiro de 1921 foi fundado o clube considerado não só um dos maiores do futebol brasileiro, como também da América do Sul. Neste sábado (2), a Celeste comemora o seu centenário. Cem anos de existência de páginas heroicas e imortais. Assim sendo, a coluna Parabéns ao Craque vem homenagear este tradicional clube mineiro.

https://twitter.com/Cruzeiro/status/1345201899746766849?s=20

SER CRUZEIRO É BOM DEMAIS

Fundado por desportistas da Itália que residiam em Belo Horizonte, no início a agremiação utilizava as cores verde e vermelho em homenagem a bandeira italiana. Em 1942, contudo, após o Brasil entrar na 2ª Guerra Mundial um decreto de lei do governo federal proibiu o uso de símbolos que remetiam as nações inimigas. Com isso, foi rebatizado para seu nome atual e adotou as cores azul e branco. Desse modo, os torcedores entoam nas arquibancadas como “as cores do sentimento”.

O crescimento do clube veio, principalmente, após a inauguração do Estádio Magalhães Pinto. Aliás, é da torcida azul os recordes de público no Gigante da Pampulha. A saber, colocou antes da reforma, isto é, no ano de 1997, 132.834 torcedores. Em seguida, 61.017 presentes na nova arena, em 2017. Assim, foi no Mineirão onde o Cruzeiro conquistou seus principais títulos e o campo onde passaram grandes jogadores. Ídolos como Alex, Dirceu Lopes, Joãozinho, Palhinha, Piazza, Raul Plassmann, Ronaldo Fenômeno, Sorín, Carlos, Fábio. De tal forma, estes e tantos outro nomes levaram o time a ser considerado um dos mais vitoriosos.

TÍTULOS

No Brasil, o Cruzeiro é conhecido também como Cabuloso. Em suma, o plantel foi quatro vezes campeão brasileiro (1966, 2003, 2013 e 2014) e por cinco vezes conquistou o troféu da Copa do Brasil (1993,1996,2000,2003 e 2017).  Na esfera internacional tem a alcunha de La Bestia Negra. São duas Copa Libertadores (1976 e 1997), duas Supercopa (1991 e 1992), uma Copa do Ouro (1995) e uma Copa Master (1995).

A saber, 30 de novembro de 2003, marcou um dia histórico e inédito na história do clube celeste: a Tríplice Coroa do Cruzeiro. Assim, naquele ano o time conquistou o estadual, depois a Copa do Brasil e fechou a temporada com o título do Brasilerirão. Devido a sua trajetória triunfante o cinco estrelas é considerado o Melhor Clube Brasileiro do Século XX, pela Federação Internacional de História e Estatística do Futebol. A qualificação da entidade alemã, reconhecida pela FIFA, veio em setembro de 2009. Mais recentemente, foi eleito pelo Seleção SportV como o 2º melhor clube brasileiro da década, atrás apenas do Corinthians.

https://twitter.com/Cruzeiro/status/1345214688318152706?s=20

CRUZEIRO MAIS QUERIDO DO BRASIL

Há Cruzeiro, a história não mente. Nunca vai mudar. Para os meus filhos eu vou contar. Esta paixão veio de berço e faz o sangue azul correr nas minhas veias. Eu vou aonde você for só para ver você jogar. Podem dizer que sou louca da cabeça, mas o amor ao clube é o que interessa. Tenho orgulho das glórias que já conquistou e as que ainda virão. Meu sentimento não vai parar. Cruzeiro, Cruzeiro querido, tão combatido, jamais vencido.

https://twitter.com/samirasanttos_/status/1345186946155491328?s=20

COMEMORAÇÕES

Há cem dias de seu aniversário a Raposa lançou a marca que seria usada nas festividades. Desse modo, em seu perfil no Twitter o presidente Sérgio Santos Rodrigues fez o anúncio da marca, que faz referências ao passado e presente do clube. A peça traz as referências do escudos desde a época da fundação até agora, com a seguinte frase: “Ontem, hoje, sempre gigante. Cruzeiro centenário”.

https://twitter.com/SergioSRoficial/status/1309158286554529798?s=20

Logo após, em 21 de dezembro, o clube lançou “Azul”. Uma canção especial ao centenário, produzida por músicos cruzeirenses ( Henrique Portugal, do Skank, Maurinho Berro D'água, ex-integrante da Tianastácia e a Orquestra Celeste). Seu refrão traz a seguinte letra: “eu vou pro campo, eu vou, de sangue azul, eu sou Cruzeiro”. Assim, o clip mostra imagens exaltando a trajetória do time mineiro nestes anos. Neste sentido, traz ainda nomes emblemáticos da história, como por exemplo, a torcedora-símbolo Salomé, que faleceu em 2019, aos 86 anos.

Por fim, o clube prometeu celebrar o dia de hoje em um evento online, com inicio às 19h21, através das redes sociais do clube. Ativação com mascotes e arrecadação de alimentos também estão previstos para hoje em Belo Horizonte. Contudo, as comemorações ainda irão se estender durante todo 2021. Também esta prevista o lançamento da camisa que conta a história do gigante para o mês de março, que inclusive os torcedores já podem garantir na pré-venda. Apesar de viver um momento, considerado o pior da história, a torcida cruzeirense tem motivos e deve comemorar, o Cruzeiro continua sendo grande e respeitado.

Izabela Avelar
Izabela Avelar, mineira de 22 anos. Estudante de Jornalismo na UNA, em Belo Horizonte. Amo esportes e em especial a paixão dos brasileiros: o futebol. Tenho apreciado esta arte pelas arquibandas. Agora me aventuro também pelos bastidores. Para as mulheres, não é fácil entrar nesse mundo. Eu decidi enfrentar. Estou em busca do meu espaço. Levar a alegria de forma imparcial. E provar que mulher entende sim de futebol.

Artigos Relacionados