Operário x Tombense como aconteceu – Resultado, destaques e reação

Nesta segunda-feira (25), Operário e Tombense se reencontraram pela 20ª rodada do Brasileirão Série B, a primeira do returno do campeonato. E acabou da mesma forma como o jogo acabou na casa do Gavião Carcará (empatado). A única diferença é que o confronto de “ida” terminou empatado com gols (1 x 1) e este terminou com o placar zerado (0 x 0).

Assista aos melhores momentos de Operário x Tombense

1º tempo: promissor, mas não vingou

O primeiro lance claro do jogo já havia ocorrido logo no começo, aos 3′. Zé Ricardo, volante do Tombense, cabeceou uma bola na primeira trave e o goleiro Vanderlei operou milagre, tirando a bola quase em cima da linha, salvando o Operário.

Os mandantes responderam depois, aos 19′. O atacante Junior Brandão arriscou a finalização e passou perto. No mais, nenhuma outra grande chance foi criada na etapa inicial, que parecia bem promissora pelo seu começo, mas não correspondeu as expectativas.

2º tempo: mesmo roteiro de início

A etapa final foi quase que uma repetição dos primeiros 45 minutos. Porém, a diferença é que os mandantes tiveram as primeiras grandes chances. Aos 6′, com o meia Silvinho e aos 13′, com o volante Ricardinho. Porém ambas também não foram convertidas. A resposta dos visitantes também foi logo em seguida, nos 23′ com o lateral Diego Ferreira, mas também sem sucesso.

A partir daí, novamente nenhuma jogada perigosa com chance reais de gol, e assim foi selado o placar final, sem nenhuma das equipes o abrirem.

Operário x Tombense – E AGORA?

Com o empate, nenhum dos times deve ter ficado satisfeito, já que o resultado não ajudou nos objetivos de cada um. Isso porque o fantasma ainda permanece perto do Z4, com 21 pontos no 16º lugar, apenas um a mais do que o CSA, que abre a zona de rebaixamento.

Por outro lado, o Valente de Tombos perde a chance de encurtar a distância para o G4. Agora a equipe mineira está na 6ª colocação, com 29 pontos, há cinco da zona de acesso para a elite do futebol brasileiro, Série A.

Foto Destaque: André Jonsson/OFEC

Guilherme Dias
Paulistano de 19 (com cara de 16) anos, estudante de jornalismo desde 2021 e também apaixonado pelos esportes. Principalmente pelo futebol, como (quase) todo brasileiro é.