Operário-PR 2022: o que fazer no atual cenário?

O que fazer no atual cenário? Essa é uma pergunta recorrente nas estruturas de Ponta Grossa. Afinal, o grupo alvinegro tem vivido dias ruins na temporada 2022. Em outras palavras, sofre com o jejum de vitórias e mudança de técnico na metade do campeonato. Sendo assim, tentando se reerguer, o treinador Matheus Costa assume o Operário-PR com o objetivo de se afastar da zona de rebaixamento e, consequentemente, fortalecer a unidade do elenco.

“Eu procuro dar o máximo de confiança possível e mostrar para os atletas que temos que render muito mais do que rendemos até aqui.”, completou o novo treinador.

Jejum de vitórias continua

Em suma, o Operário acumula cinco rodadas sem vencer. Ou seja, são três derrotas para os times: Novorizontino (2 x 1),  CRB (2 x 3) e Brusque (2 x 0) e dois empates com os clubes: Sport Recife e Tombense, ambos por 0 a 0.

Sendo assim, o elenco alvinegro não tem desempenhado a sua melhor performance na temporada 2022 e ocupa a 16ª colocação do grupo, com 21 pontos. A saber, são nove revés, cinco triunfos e seis empates, em 20 confrontos. Ou seja, chega na marca de 23 gols sofridos dessas partidas. Em outras palavras, se aproxima cada vez mais da zona de rebaixamento e, consequentemente, fica apenas acima do CSA, que abre o Z4.

Mas o que fazer no atual cenário?

Posto isto, o Operário procura meios para modificar esse quadro conquistado até aqui. Dessa forma, eles contrataram novamente o técnico Matheus Costa. Em suma, a meta agora é se afastar da zona de rebaixamento e solidificar a estrutura de unidade do grupo. Para isso, o nosso treinador adianta que vai voltar a utilizar, de maneira mais efetiva, cada qualidade dos jogadores. E com isso, somar no coletivo.

“O que tem que ser melhorado neste momento é o contexto coletivo. É colocar em prática as qualidades individuais e ser forte coletivamente. Nada adianta ter essas peças (atletas) e não ser uma unidade. Temos que criar essa unidade dentro de campo e isso passa por todos nós. Então, esse é um grande desafio, mas acredito que temos o poder de resolver essa situação.”, completa Matheus Costa, durante coletiva de imprensa.

Não é a primeira vez que o técnico chega no Fantasma com um cenário ruim. A saber, em sua passagem anterior, Matheus assumiu o grupo também para evitar a queda no rebaixamento, em 2020. Em suma, o treinador conseguiu conquistar 57 pontos. Ainda mais, ficou apenas quatro pontos atrás do time que abria o G4.

Agora, a meta é a mesma: somar para fugir do Z4 e, consequentemente, terminar a temporada no melhor lugar possível na tabela.

Próximo compromisso alvinegro

Por fim, o clube já entra em campo para buscar uma vitória em casa. A saber, o clube alvinegro enfrentará o Náutico, nesta sexta-feira (5), às 19h (horário de Brasília), no Estádio Germano Krüger. Em suma, valendo a 22ª rodada do Brasileirão da Série B.

Foto Destaque: Reprodução/ André Jonsson/ OFEC

Amanda Scarlatt
Amo poder ter o jornalismo como a minha maneira de expressão. Sou apaixonada pelo meio digital e tudo que podemos construir nele na comunicação. Acredito fielmente na essência de uma boa matéria jornalística: a investigação. Afinal, independente da sua editoria e formato, o jornalismo pode mudar vidas. Enfim, VIVA O JORNALISMO!
Você está aqui
Futebol Na Veia > Notícias Brasileirão Série B > Operário-PR 2022: o que fazer no atual cenário?