Felipe Albuquerque participou de entrevista coletiva. Falou sobre a chegada do novo técnico, sua carreira e os preparativos para a partida contra o Vasco. (Foto destaque: Diego Almeida/PontePress)

De antemão nesta sexta-feira (4), Felipe Albuquerque participou de entrevista coletiva no Moisés Lucarelli. Bem como a chegada do novo técnico e os preparativos para a partida contra o Vasco no próximo domingo (6) foram assuntos abordados.

Da mesma forma o futebolista afirmou com a chegada do novo técnico os preparativos para a partida não param:

“A gente vem treinando bastante e vem acertando bastante pontos que a gente vinha pecando e melhorando alguns que a gente já vinha fazendo bem”, diz o atleta sobre a partida

Juntamente com isso o lateral falou sobre o estilo do novo comandante apesar do pouco tempo. Do mesmo modo o elogiou, pois cobra bastante o grupo e tenta tirar o máximo de cada jogador.

Ainda mais quando questionado sobre a carreira, o atleta elogiou quando recebeu proposta da Ponte Preta:

Assim também vale lembrar que o time têm mais dois treinos para se preparar e fazer uma grande partida e o atleta avalia como um bom começo pela Ponte.  Bem como falou sobre a importância em vencer um jogo desse e dar uma alavancada no início de campeonato.

“Eu, como todos os jogadores, gosto de jogar um jogo grande dessa magnitude aí. É um jogo em casa também. A gente vai tentar conseguir a vitória aqui em casa”, afirmou o jogador

Felipe Albuquerque falou mais!

Simultaneamente sobre a série B o craque sabe que esse ano será mais difícil e é importante pontuar dentro de casa e prevalecer o mando de campo. Do mesmo modo sempre buscar a vitória.

Em conclusão, Kleina tem os trabalhos de sexta e sábado para definir o time titular da Ponte. O treinador tem realizado testes durante os coletivos, mudando peças e também variando o sistema de jogo. Assim, a escalação da Macaca para domingo ainda é uma dúvida.

 

Foto destaque: Diego Almeida/PontePress

Ainah Carvalho
Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs

Deixe uma resposta