Náutico x Operário-PR como aconteceu – resultado, destaques e reação

Na tarde deste domingo (24), Náutico x Operário-PR entraram em campo pela 3ª rodada do Brasileirão Série B 2022. Em suma, os mandantes dominaram a partida e, consequentemente, carimbaram o triunfo por 2 a 0 sobre o elenco do Fantasma.

Assista aos melhores momentos de Náutico x Operário-PR

1º tempo: acirrado, pênalti, anulação e gol

Com um domínio dos mandantes da rodada, a equipe do Operário sofreu para atacar. Entretanto, foi nos momentos iniciais que o Fantasma assustou o seu adversário. Porém, ao decorrer da partida os donos da casa ganharam espaço. Ou seja, foi aos 33′ que o primeiro gol da partida aconteceu. A saber, por Niltinho. Ainda mais, em um confronto acirrado e, após cobrança de pênalti, o elenco do Náutico viu o seu lance ser anulado quando o VAR marcou impedimento do atacante Léo Passos. 1 a 0.

2º tempo: controle do Náutico e vitória

Na volta do intervalo, o Operário sumiu em campo. Ou seja, mais uma vez o Náutico cresceu na partida. Em outras palavras, o elenco mandante iniciou as finalizações dos lances, mas demorou para acertar. Sendo assim, foi aos 33′ que Luis Phelipe, em um erro dos seus adversários, mandou para o fundo da rede. Dessa forma, consagrando a vitória dos donos da casa por 2 a 0.

Náutico x Operário – e agora?

Sendo assim, essa vitória deixa o elenco do Náutico na 12ª colocação com três pontos. A partir de agora, tem pela frente o encontro com o CRB, na quarta-feira (27), às 19h (horário de Brasília), no Estádio Rei Pelé

Enquanto isso, com a derrota, o Operário fica no 9º lugar da classificação com quatro pontos. Agora, se prepara para encontrar o Grêmio, também na quarta-feira (27), às 19h (horário de Brasília), no Germano Krüger.

Foto Destaque: Reprodução/ Marlon Costa / Pernambuco Press

Amanda Scarlatt
Amo poder ter o jornalismo como a minha maneira de expressão. Sou apaixonada pelo meio digital e tudo que podemos construir nele na comunicação. Acredito fielmente na essência de uma boa matéria jornalística: a investigação. Afinal, independente da sua editoria e formato, o jornalismo pode mudar vidas. Enfim, VIVA O JORNALISMO!