Náutico x Guarani

A princípio, no último sábado (4), às 16h (horário de Brasília), o Náutico recebeu e empatou com o Guarani pela 22ª rodada do Brasileirão Série B. Assim, com o placar de 1 x 1, ambas equipes saíram com um ponto da partida.

Assista aos melhores momentos de Náutico x Guarani

1º tempo: mesmo com a expulsão, o Náutico saiu na frente

Na primeira etapa, o Náutico teve dificuldade para ultrapassar a defesa do Guarani, e após a expulsão de Iago Dias, do Timbu, a expectativa era que o jogo ficasse ainda mais difícil. Porém, no final da etapa, Jean conseguiu abrir o placar para a equipe pernambucana, e manteve assim, mesmo com a pressão do Bugre.

2º tempo: Guarani empata logo no início da segunda etapa

Com um a menos, o Náutico não resistiu aos esforços do Guarani, e cedeu o empate no começo do segundo tempo. Aos oito minutos, Bruno Sávio igualou o marcador. Dessa forma, o Bugrão pressionou para tentar a virada e conquistar a vitória fora de casa, porém sem sucesso, e a partida terminou empatada.

Náutico x Guarani – E agora?

Portanto, o Náutico irá enfrentar o Vila Nova na sexta-feira (10), às 21h30 (horário de Brasília), pela 23ª rodada do Brasileirão Série B. Dessa forma, o Timbu está na 5ª colocação na competição, com 35 pontos. Portanto, há apenas três pontos do Goiás, primeiro time ocupante do G4. Por outro lado, o Guarani vai enfrentar o CSA na terça-feira (7), às 16h. Atualmente, o Bugre está na 7ª posição, com 34 pontos, um a menos que o Alvirrubro. Apesar disso, ambas as equipes atravessam uma fase de apenas um triunfo nos últimos cinco confrontos. Sendo assim, precisam da vitória na próxima rodada para não se afastarem do grupo dos promovidos à Série A, em 2022.

Foto destaque: Reprodução/Marlon Costa/Pernambuco Press

Eric Barbosa
Meu nome é Eric, tenho 19 anos, sou aluno bolsista pelo Prouni e estou no quarto período de Jornalismo pela Universidade Paulista - UNIP. O esporte sempre fez parte da minha vida, principalmente o futebol, pois eu tinha o sonho de ser jogador. Porém, com as adversidades da vida, não consegui realizar esse sonho, mas isso não me impede de viver do esporte. Por isso, escolhi o jornalismo esportivo como carreira.