Movimento Renascer Pontepretano vence com 89,2% dos votos. (Foto destaque: Diego Almeida/ PontePress)

A princípio, enquanto o time conseguir a permanência na Série B, em Campinas acontecia a eleição do novo presidente da Ponte Preta, em Campinas. Do mesmo modo, a chapa Movimento Renascer Pontepretano (MRP), foi escolhida pelos conselheiros para assumir o comando do clube de 2022 a 2025.

Da mesma forma, o resultado interrompe os 25 anos do grupo político liderado por Sérgio Carnielli, presidente de honra, na Macaca. Vale lembrar, que 434 pontepretanos compareceram ao Estádio Moisés Lucarelli, para eleger este grupo com 387 votos (89,2%). Ou seja, o objetivo é ocupar os cargos eletivos do Conselho Deliberativo da Alvinegra pelo próximo quadriênio.

Por outro lado, a ala concorrente, DNA Pontepretano, teve 39 votos – foram computados três votos nulos e cinco brancos.

Assim também, na segunda-feira (22), o presidente da Assembleia Geral, Marcos Garcia, deve enviar para publicação de um edital. De maneira que, convocando a primeira reunião do novo Conselho Deliberativo.

Chapa Movimento Renascer Pontepretano

Simultaneamente, na atual eleição, 834 pessoas estavam aptas a votar, já contadas as que tinham o direito garantido por liminares. De maneira que, o número é quase igual ao de eleitores liberados no último pleito (250), porém a presença foi bem maior.

“Foi uma eleição muito tranquila e democrática, sem nenhum tipo de problema. Inclusive, muito segura”, afirma Tagino Alves dos Santos, presidente do Conselho Deliberativo, em entrevista ao site oficial da Ponte Preta.

Vale lembrar, o agradecimento e confiança recebida da maioria absoluta dos pontepretanos:

“O nosso foco é e sempre será o engrandecimento da Associação Atlética Ponte Preta”, diz André Carelli, um dos coordenadores da chapa vitoriosa”.

Nesse ínterim, o resultado oficial foi divulgado no Salão Nobre Pedro Pinheiro, no Moisés Lucarelli. Assim também, estava repleto de representantes do MRP. E a apuração teve início logo após o encerramento da votação, que se estendeu das 13h às 20h.

Em conclusão, o MRP tem como principais expoentes Marcos Garcia Costa, Gustavo Valio, André Carelli e Marco Antônio Eberlin.

 

Foto destaque: Diego Almeida/ PontePress

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs

Deixe um comentário