Marcos Júnior. (Foto destaque: PontePress/DiegoAlmeida)

Primeiramente a semana está agitada pelos lados do CT Jardim Eulina. De maneira que na manhã desta terça-feira (31) a Ponte Preta treinou de olho no Sampaio Corrêa, o próximo desafio na sexta-feira (3), em casa. Assim também para o jogo o treinador ganhou “mais uma opção”. Por outro lado Marcos Júnior,  atuou pela primeira vez como segundo volante e foi muito bem na última partida.

“Agradeço demais à Deus por me permitir fazer o que gosto e sigo sempre muito empenhado e dedicado nos treinos e nos jogos. O professor enxergou meu momento e como eu já estive na função de volante, acredito que me saí bem”, diz o dono da camisa 15.

Eventualmente o confronto é importante para a Macaca dar sequência à boa fase no Majestoso. Assim também o time joga em casa, e a equipe de Gilson Kleina já acumula quatro vitórias em sequência e quer chegar à quinta contra a equipe do Maranhão.

Do mesmo modo Marcos Júnior quase marcou um golaço contra o Vasco. Ainda mais que o jogador dominou com categoria um passe de Rafael Santos e bateu firme de esquerda contra o gol adversário. Por muito pouco a bola não entrou.

“Foi uma pena não ter conseguido aquele gol, mas o importante é estar bem preparado para buscar o meu espaço e ajudar a Ponte em seus objetivos”, conclui.

Nesse hiato a Ponte volta a treinar na manhã desta quarta (1) e quinta-feira (2). Da mesma forma na sequência já deve se concentrar para a partida de sexta-feira (3) Juntamente com isso em partida válida pela 22ª rodada da série B, marcado para às 19 horas.

Assim também a Ponte está em 15º lugar, com 22 pontos. a duas posições da zona de rebaixamento.

 

 

(Foto destaque: PontePress/DiegoAlmeida)

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs