Marcos Jr. (Foto destaque: Diego Almeida/ PontePress)

Primeiramente, o volante Marcos Jr está à disposição de Gilson Kleina na Ponte Preta para o desafio contra o Náutico. De maneira que o jogo acontece no próximo sábado (16), no Moisés Lucarelli, após 583 dias de ausência de público nos estádios por conta da pandemia da Covid-19.

Assim também, o grupo segue trabalhando para se apresentar diante do torcedor, somar os três pontos e aumentar a invencibilidade de oito jogos, em casa. E o volante falou sobre o primeiro jogo como profissional:

“A expectativa é altíssima. Estamos animados para a volta do público, principalmente pela nossa fase dentro de casa e acredito que vai agregar muito ter esse apoio durante os 90 minutos. Será meu primeiro jogo como profissional com a presença do torcedor. Estou muito animado para ver como é a atmosfera do Majestoso”, conta o jogador.

Juntamente com isso, o atleta ressalta que Gilson Kleina tem 100% de importância sobre o crescimento do seu futebol na Ponte Preta.

“Uma pessoa que acreditou em mim, no meu potencial e me deu uma chance. Tenho que agradecer também ao grupo, porque se estamos crescendo e a fase está boa é porque o futebol coletivo cresceu e tudo está se encaixando”

Marcos Jr.

Por outro lado, o duelo é válido válido pela 30ª rodada da Série B e a Macaca chega após conquistar um empate diante do Avaí, fora de casa, na última terça-feira (5). Simultaneamente, o grupo teve um tempo maior na preparação até o jogo contra o Náutico.

“Essa semana de trabalho está sendo importante para acertar detalhes taticamente, além da parte física. Estamos nos preparando muito bem para fazer uma boa partida. Náutico é um forte adversário e precisamos da vitória”, conclui Marcos Jr.

Afinal, o elenco volta as atividades na quarta-feira (13), pela manhã.

Por outro lado os dois times se conhecem bem e já se enfrentaram 24 vezes pelo Brasileirão, Série B e Copa do Brasil. Assim também, a Macaca venceu 9 vezes, o Timbu venceu 7. Assim também esses encontros ficaram empatados 8 vezes.

 

Foto destaque: Diego Almeida/ PontePress

 

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs

Deixe um comentário