Claudio Maldonado comanda Red Bull Bragantino (Foto: Ari Ferreira)

O Red Bull Bragantino conseguiu fazer pressão em cima do Palmeiras. No entanto, o maior volume de jogo demonstrado principalmente no 2º tempo não foi suficiente para evitar a derrota por 1 x 0. Assim, o Massa Bruta sofreu o segundo revés consecutivo no Campeonato Brasileiro.

Após a partida, o auxiliar técnico Claudio Maldonado lamentou o resultado negativo diante do Verdão. Ele também citou uma das principais características do time para explicar a diferença de rendimento nos dois tempos. Vale lembrar que o chileno substituiu Maurício Barbieri, que cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo.

“Durante a semana nós trabalhamos algumas situações de jogo, mas sempre mantendo um padrão. No 1º tempo infelizmente não conseguimos imprimir um volume de jogo igual ao que tivemos no 2º. A nossa filosofia é jogar sempre com agressividade, pressionando o adversário”.

https://twitter.com/RedBullBraga/status/1343334489691475969?ref_src=twsrc%5Egoogle%7Ctwcamp%5Eserp%7Ctwgr%5Etweet

BRAGANTINO: MAIS FINALIZAÇÕES, MENOS EFICIÊNCIA

Os Red Bulls tiveram 21 finalizações, mas apenas duas foram no gol. Por outro lado, o Palmeiras chutou seis vezes e uma foi certa. Maldonado reconheceu que a equipe precisa melhorar a eficiência nos arremates.

“Temos trabalhado para corrigir estas limitações, mas o time está em evolução. Precisamos continuar o trabalho para melhorar a eficácia nas finalizações. No entanto, esse é um fundamento importante que a equipe está focada e tenho certeza que as coisas vão melhorar”.

O ex-volante explicou o motivo das substituições no intervalo. Até então titulares, Claudinho e Ytalo iniciaram a partida no banco de reservas e entraram nos lugares de Alerrandro e Thonny Anderson.

“No 1º tempo tivemos o Alerrandro e o Thonny, dois jogadores de muita qualidade, mas que não estão jogando regularmente e, por isso, eles sentiram a parte física. A opção pelo Claudinho e pelo Ytalo é porque eles vinham jogando nessas posições e acho que a gente precisava ter um pouco mais de organização. Tivemos uma melhora com a entrada dos dois, já que a característica da nossa equipe é ser ofensiva. Na minha opinião, melhoramos bastante no 2º tempo, com maior agressividade e volume de jogo. Só faltou o resultado final”.

Com a derrota, o Red Bull Bragantino estacionou na 13ª colocação na tabela do Campeonato Brasileiro com 31 pontos. O próximo compromisso é contra o líder São Paulo. Assim, a partida está marcada para o dia 6 de janeiro, às 21h30 (horário de Brasília), no Estádio Nabi Abi Chedid.

Foto destaque: Divulgação/Ari Ferreira/Red Bull Bragantino

Avatar
Maycon Santos
Sou jornalista formado pela UERJ desde 2015, com passagem pelos sites FutNet e Fanáticos por Futebol e pelas rádios UERJ, Band News FM, Grande Rio, Botafogo Oficial, Fluminense AM e Antena Esportiva. Sempre quis acompanhar eventos esportivos de perto, principalmente futebol. O jornalismo me proporcionou esta oportunidade.

Artigos Relacionados