Kleina sobre a derrota contra o Londrina: "Nós fizemos um jogo tecnicamente um pouco abaixo". (Foto destaque: Ricardo Chicarelli)

Em primeiro lugar, nesta segunda-feira (15), na reta final da Série B, a Ponte Preta sofreu virada do Londrina e acabou derrotada no placar de 2×1. Da mesma forma, veja o que disse Gilson Kleina. Assim, em duelo direto na luta contra a degola, voltou a ligar o sinal de alerta no time.

Do mesmo modo, com a Macaca a dois pontos da zona de rebaixamento, o comandante reconheceu que o time teve uma atuação “abaixo” no Estádio do Café e pediu “cabeça no lugar” para evitar a queda para a Série C.

Juntamente com isso, pontuou que sabiam que enfrentariam uma decisão para o adversário. Bem como, citou que o grupo não estava 100% na entrega, como vinha acontecendo, porque a partida contra o Botafogo na última rodada exigiu muito também. No entanto, com o sinal ligado pontuou que espera que o time consiga resolver os erros e levantar a cabeça.

“Chega todo mundo vivo e depende de nós. Claro que gostaríamos de antecipar. Todo mundo está vivendo essa pressão. Cabe colocar a cabeça no lugar agora, ver as escolhas para fazer um grande jogo contra o Confiança.

Da mesma forma, o técnico também comentou a escolha por Camilo como “falso 9” para substituir Rodrigão. Vale lembrar, que o atleta estava suspenso por três cartões amarelos.

“A gente trabalhou com o Camilo, que vem treinando assim e é um jogador experiente. Acho que ele fez um grande jogo, com leitura, preenchendo o meio de campo. A situação encaixou, tivemos bola parada, fizemos gol assim. Acho que surtiu efeito”.

Kleina

Segundo Kleina, sobre a análise do jogo o time chegou com o emocional fortalecido. Bem como, eram cinco jogos pontuando, decisão em cima de decisão. De maneira que, esses erros técnicos passam também pela situação de querer resolver.

Assim como, abordou que o resultado justo seria o empate pelo que os times fizeram. Tal como, citou que a intensidade de hoje foi prejudicada, mas também vejo que o Londrina só tinha o trabalho pelo lado.

“Tivemos a transição ofensiva, e em dois lances que o Iago sairia na cara do gol, puxaram a camisa, e o árbitro nem falta deu”.

Em conclusão, com a derrota para e os outros resultados da rodada, a Ponte viu a distância para a degola cair de cinco para dois pontos, com mais seis em disputa.

 

Foto destaque: Ricardo Chicarelli/ Londrina EC

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs

Deixe um comentário