Boa Esporte x Remo termina em empate

Ontem (29), alguns duelos movimentaram a . A igualdade no placar também esteve presente no Rio Grande do Norte. Pelo Grupo B Globo-RN e Imperatriz-MA economizaram gols e não sairam do 1 x 1. Entretanto, Juventude-RS e Luverdense-MT ainda jogam amanhã (31) e podem mudar a tabela até o fim da rodada.

BRASILEIRÃO SÉRIE C – 10ª RODADA

Boa Esporte-MG 2 x 2 Remo-PA

Empatando, o Remo subiu na tabela e agora figura no 2º lugar, já o Boa Esporte está próximo da zona de rebaixamento em 8º. A atuação em Varginha mostrou porque o Leão Azul é postulante à classificação. Logo aos sete minutos, Fredson marcou de cabeça após ótimo escanteio de seu companheiro, Carlos Alberto. As jogadas fluíam para os Azulinos, que quase ampliaram em duas chances reais de gol. Entretanto, os mineiros adiantaram a marcação, dificultando a saída de bola dos visitantes. A pressão funcionou, Zotti se atrapalhou e foi desarmado por Nonoca, e Pedrinho deixou tudo igual aos 25′. Até o fim da primeira etapa, se defender foi a opção escolhida por Márcio Fernandes, técnico do Leão.

No início do 2º tempo ambos foram com tudo para o ataque, mas faltou-lhes pontaria, desperdiçando inúmeras oportunidades de balançar as redes. Logo após outra falha da zaga, dessa vez do Boa Esporte, a pelota sobrou para Alex Sandro, aos 19′, anotar o segundo gol do Remo. Por consequência, Paulo Foiani, comandante da Coruja mandou seus atletas para o ataque em busca da igualdade. Acuados, os paraenses seguraram-se até o minuto 38, quando a “lei do ex” foi cumprida e Tsunami, revelado no Remo, chutou de primeira deixando tudo igual, sacramentando o empate e um ponto para cada equipe.

Globo-RN 1 x 1 Imperatriz-MA

Em confronto decidido nos acréscimos, tanto a equipe potiguar quanto os maranhenses precisavam dos três pontos para fugir da degola. Ou seja, ambos precisavam jogar com estratégias ofensivas em busca de gols, e assim durante toda a primeira etapa. Os 45 minutos iniciais foram resumidos à região central do campo e inúmeros passes errados, os donos da casa comandavam as ações, mas nenhum gol foi marcado.

A conversa de Igor César e Paulinho Kobayashi, técnicos de Globo e Imperatriz respectivamente, com seus comandados fez efeito, a segunda etapa começou animada. Houve chances claras para os dois lados. Substituído, Matheus Lima deu lugar para Manoel Cristiano, a troca deu certo e o suplente inaugurou o placar do Estádio Barretão aos 17′. Por certo o gol desestabilizou a Águia, que “deixou” seu adversário, Cavalo de Aço, criar várias possibilidades de ampliar. Inesperadamente nos acréscimos, 48′, Jean Natal chutou colocado de fora da área marcando um golaço, forçando a igualdade. Não apenas o Globo se beneficiou do empate, como também o Imperatriz, terminando a rodada fora da degola em 8° e 6° lugar na devida ordem.

Luciano Massi
Me chamo Luciano Massi, tenho 20 anos, sou paulistano. Estou no 6º semestre do curso de Jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi. Desde criança fanático pelo futebol dentro e fora das quatro linhas, histórias que vão além do esporte. Produzo o Derbicast, podcast voltado ao futebol alternativo, dando enfâse aos esquecidos. Entretanto, nunca me dei bem com a bola...

Artigos Relacionados