Jejum de vitórias amplia e Operário-PR se aproxima do Z4

Troca de técnico, jejum de vitórias e uma sequência desastrosa na temporada 2022. Em outras palavras, essa tem sido os passos do elenco do Operário-PR no Brasileirão. Afinal, o grupo não encaixou com o seu antigo treinador e, consequentemente, não conseguiram bons resultados nas partidas. O que por sua vez, resultou na aproximação da zona de rebaixamento. Todavia, buscando reverter essa situação, a equipe investe no conhecido e procura soluções práticas para modificar esse cenário.

“Trabalhar, se concentrar bastante para a gente reverter essa situação.”, disse o atacante Paulo Sérgio no final da partida.

Resumo: Operário-PR x Tombense

No último confronto do clube, o elenco não desenvolveu os seus melhores lances em campo. A saber, Operário e Tombense não criaram boas chances à gol e, consequentemente, terminaram a rodada no empate por 0 a 0. Em resumo, faltou pontaria para os dois lados e, nas poucas criações dos clubes, viram a bola ser parada na defesa.

Como resultado desse empate, o Fantasma contabilizou mais uma rodada sem vencer e, como consequência, se aproximou da zona de rebaixamento. Em outras palavras, o grupo chegou ao 16º lugar da temporada, com 21 pontos.

Operário aumenta o seu jejum de vitórias

Dessa forma, o Operário acumula cinco rodadas sem vencer. Em suma, são três derrotas para os times: Novorizontino (2 x 1),  CRB (2 x 3) e Brusque (2 x 0) e dois empates com os clubes: Sport Recife e Tombense, ambos por 0 a 0. Ou seja, o elenco alvinegro não tem desempenhado a sua melhor performance na temporada 2022 e ocupa a 16ª colocação do grupo, com 21 pontos. A saber, são nove revés, cinco triunfos e seis empates, em 20 confrontos. Ainda mais, chega na marca de 23 gols sofridos dessas partidas. Em outras palavras, se aproxima cada vez mais da zona de rebaixamento e, consequentemente, fica apenas acima do CSA, que abre o Z4.

“Momento de trabalhar mais e falar menos. Primeiro jogo do returno em casa, estávamos com o apoio do nosso torcedor, mas infelizmente não conseguimos fazer um jogo bom. Começamos até bem, mas o que importa no final é o resultado. Tivemos um bom volume no primeiro tempo. No segundo, o jogo fica mais aberto, tivemos algumas chances.”, completa Paulo Sérgio, na saída do gramado, ao Premiere.

Volta do técnico Matheus Costa

Buscando uma recuperação e o fim desse jejum de vitórias, o clube alvinegro optou por trazer de volta o técnico Matheus Costa. A saber, o atual comandante do Fantasma está em sua segunda passagem pelo time de Ponta Grossa.

Além disso, segundo o presidente do Operário, a decisão foi tomada, pois o Matheus foi um pedido unânime do elenco. Afinal, além de conhecer, quase todos os jogadores, o treinador tem amplo conhecimento dos valores do time alvinegro e, consequentemente, pode ser o fator principal para conseguir elevar novamente o grupo e assim fugir da zona de rebaixamento. Para o acompanhar nesta jornada, o auxiliar técnico Leandro Niehues também retorna ao plantel.

Próximo compromisso alvinegro

Por fim, o clube já entra em campo para buscar uma vitória com o novo técnico, Matheus Costa. A saber, o clube alvinegro enfrentará a Ponte Preta, neste sábado (30), às 19h (horário de Brasília), no Estádio Moisés Lucarelli. Em suma, valendo a 21ª rodada do Brasileirão da Série B.

Foto Destaque: Reprodução/ Gabriel Thá/ OFEC

Amanda Scarlatt
Amo poder ter o jornalismo como a minha maneira de expressão. Sou apaixonada pelo meio digital e tudo que podemos construir nele na comunicação. Acredito fielmente na essência de uma boa matéria jornalística: a investigação. Afinal, independente da sua editoria e formato, o jornalismo pode mudar vidas. Enfim, VIVA O JORNALISMO!

Deixe um comentário