Investimento, bela gestão e bonito futebol: a campanha incontestável do Bragantino na Série B

No último sábado (30), o Bragantino e última da Série B. Assim, o time do interior paulista fecha um desempenho incrível na competição, sendo a sétima melhor campanha desde que o torneio passou a ser disputado por pontos corridos e alguns fatores podem explicar o domínio do Massa Bruta sobre seus adversários no campeonato. Primeiramente, a bela gestão do clube, após parceria com a empresa Red Bull. Além disso, jogadores que foram destaque da equipe e o bom trabalho feito pelo técnico Antônio Carlos Zago explicam a supremacia Alvinegra.

CAMPANHA DO BRAGANTINO NA SÉRIE B

Parceria com a Red Bull, primeiros jogos e liderança da competição

Ao final do Campeonato Paulista, em abril, o Red Bull Brasil tinha feito grande campanha na competição estadual. Entretanto, não conseguia figurar no cenário nacional, nunca tendo avançado a Série C. Com isso, a empresa escolhe entre o Massa Bruta na briga com o Oeste, para comprar o clube e assim, fazer uma parceria com várias metas. Assim, o Bragantino iniciou seu projeto para a Série B com novos jogadores, vindos do time de Campinas e com outras ambições na competição

Dessa forma, a equipe estreou na Série B com uma vitória sobre o Brasil de Pelotas no Rio Grande do Sul, por 0 x 1. Nas primeiras rodadas, o Alvinegro duelava contra outro time do interior paulista pela liderança: o Botafogo-SP. O primeiro lugar na competição veio na 7ª rodada, quando o Bragantino derrotou o São Bento em seu estádio por 2 x 0. Com isso, não saiu mais do 1º lugar do campeonato.

A arrancada para disparar na liderança

Após a volta da Copa América, o time do interior paulista voltou da mesma forma que havia parado para inter-temporada: voando. Assim, o Bragantino se manteve na liderança da competição e estava quatro pontos na frente do Atlético-GO, então segundo colocado da Série B na época. Entretanto, faltava um salto, e uma sequência de vitórias para disparar na competição, e ela veio de fato. Entre a 23ª e a 28ª rodada, foram cinco vitórias e apenas uma derrota. Com isso, o Massa Bruta abriu oito pontos na frente, e ficou cada vez mais ficou perto do título.

Acesso e título da Série B

Com 15 pontos de frente d0 5º colocado, na 33ª rodada, o clube de Bragança Paulista chegou na jornada em questão podendo conquistar seu objetivo antes do esperado: voltar a elite do futebol brasileiro após 21 anos. Com isso, bastava apenas vencer o Guarani, jogando no estádio Nabi Abi Chedid para comemorar o acesso junto com sua torcida, e a vitória veio, com gols de Pio, Ricardo Ryller e Pedrinho, o Bragantino venceu o Bugre por 3 x 1 e carimbou o acesso faltando cinco jogos para o término da Série B.

Três rodadas depois, na 36ª rodada, o Bragantino poderia carimbar de vez o título da competição. Para isso, bastava apenas empatar com o Criciúma jogando novamente junto de sua torcida. Entretanto, o Tigre até abriu o placar, mas Morato marcou o gol que desentalou o grito do torcedor do Massa Bruta de campeão, c, para levantar o caneco da Série B pela segunda vez. Enfim, campanha foi encerrada no último sábado, após vitória sobre o CRB por 2 x 0.

Claudinho: o cara da Série B

O coletivo do Bragantino ao longo da competição foi uma das coisas que mais se destacaram em sua campanha. Porém, um nome foi o símbolo do Massa Bruta no campeonato. Dessa forma, o meia Claudinho fez um grande campeonato, não só em atuações, mas também em números. Primeiramente, terminou o torneio com nove gols. Além disso, foi o líder de assistências na Série B com 11, participando ao todo de 19 tentos do Braga. Enfim, o atleta merece todos os elogios e inclusive foi sondado por gigantes do futebol brasileiro como Cruzeiro e Atlético-MG.

Foto destaque: Divulgação/Ari Ferreira/CA Bragantino

Caíque Ribeiro
Olá, eu sou Caíque Ribeiro, tenho 20 anos e a paixão por esportes corre em minhas veias, sobretudo, o futebol. Um amante do futebol tanto brasileiro, quanto europeu e ainda sim, do alternativo. Tendo como maior jogador que vi jogar, Ronaldinho Gaúcho e grandes memórias futebolísticas. Estou cursando jornalismo pela Universidade Anhembi Morumbi. Quando criança,sonhava em ser jogador de futebol,mas a vida me planejou outros rumos. Desde então, decidi juntar duas paixões: a paixão por escrever e a paixão pela pelota, e seguir nessa jornada,sempre disposto a trazer a informação de forma correta e apurada ao público. Além de futebol, escrevo e sou comentarista sobre basquete na Rádio Poliesportiva. Instagram: @caiqueribero, Twitter: @CRSousa5

Artigos Relacionados