Hemerson Maria é apresentado no Vila Nova: “Vamos trabalhar”

Nesta quinta-feira (12), o Vila Nova apresentou Hemerson Maria como novo técnico. Em suma, o comandante esteve à frente do time goiano entre 2017 e 2018. Na época, o time brigava por uma vaga na elite do futebol brasileiro. Atualmente, contudo, o Colorado segue tentando se afastar da zona de rebaixamento da Série B.

A saber, o técnico chegou a Goiânia na última quarta-feira (11) com seu auxiliar técnico Emerson Nunes. Anteriormente, Hemerson Maria comandou o Criciúma, mas foi demitido em abril por ter somente 14% de aproveitamento. Pelo time do Sul, em oito jogos, incluindo a Copa do Brasil e Campeonato Catarinense, amargou quatro derrotas e quatro empates.

Na Série B, você precisa ter uma equipe equilibrada, consistente e intensa. Sendo assim, é importante restabelecer o equilíbrio entre os setores. O Vila Nova é muito forte do meio-campo para trás. É um time que dificilmente leva gols. Quando se fala isso, não se exalta o comportamento dos jogadores da frente. No entanto, para melhorar a situação ofensiva, não vai ser só a chegada do Hemerson Maria que vai resolver como mágica. Vamos trabalhar. Já conversei com o Higo para conhecer melhor as características dos atletas e vou conhecendo no dia a dia”, garantiu o novo treinador.

Próximo compromisso de Hemerson Maria com o Vila Nova

Dando continuidade à Série B, após derrota para o Vasco por 1 x 0, o Vila Nova visita o Londrina, no Paraná, pela 18ª rodada. Sendo assim, neste domingo (15), as equipes se enfrentam no Estádio do Café, às 11h (horário de Brasília). Enquanto o Coloradoocupa a 14ª posição na tabela, com 18 pontos, o Tubarãopermanece na zona de rebaixamento, na 19ª colocação, com 13 pontos

Desfalques do Colorado

A princípio, os goianos devem ter pelo menos seis desfalques para o duelo contra o Londrina. Assim, Kelvin, Renan Mota e Dudu levaram o terceiro cartão amarelo no jogo contra o Vasco e, assim, cumprem suspensão.

Além disso, o atacante Pedro Júnior e os volantes Pedro Bambu e Deivid permanecem no departamento médico do clube. O primeiro, teve diagnóstico de tendinite na posterior, o segundo sofreu lesão nos tendões do adutor e, por fim, o último fraturou o tornozelo.

Foto destaque: Divulgação/Vila Nova FC

Danyela Freitas
Sou goianiense, graduada em Letras pela Universidade Federal de Goiás (UFG), pós-graduada em Jornalismo Esportivo pela Estácio-SP e tenho três grandes paixões: a escrita, a leitura e o esporte (não necessariamente nessa ordem).