Hélio dos Anjos não é mais treinador do Paysandu

- A boa vitória não foi empecilho para a saída do técnico
Hélio dos Anjos não é mais treinador do Paysandu

A goleada contra o Imperatriz não foi o bastante para segurar Hélio dos Anjos no Paysandu. Segundo nota oficial do clube, divulgada na manhã desta terça-feira (15), o experiente treinador deixa o cargo do Bicolor. Assim, junto com o agora ex-comandante alviceleste, os auxiliares-técnicos Guilherme dos Anjos e Marcelo Rocha, também não farão parte do clube.

Diretoria assume culpa por falta de reforços

O clima no clube não era dos melhores, mesmo após o título paraense conquistado no último dia seis de setembro. Aliás, a vitória contra o maior rival, encheu de ânimo o até então treinador em busca de reforços. Mas, a derrota seguinte, contra o Jacuípense pela Série C, fez tudo mudar. Em coletiva após a vitória contra os maranhenses, Hélio reforçou que o clima não anda dos melhores e que ainda tentava uma contratação para a defesa. Afinal, esse era o setor mais carente do time, na visão do comandante, já que contava apenas com Perema e Micael.

Segunda-feira conversei sobre o zagueiro. Na quarta perdi o jogo e não se fala mais de contratação, não tem mais. Tenho que ter (só) dois zagueiros, o Wesley não tem uma contusão simples, que semana que vem ele vai pra dentro do campo. Não gosto desse tipo de situação. Sou honesto com as minhas coisas. Não fiquei feliz e satisfeito.

Aliás, segundo o site do O Liberal, o presidente Ricardo Gluck Paul assumiu a culpa por falta de reforços, mas com ressalva.

Ocorre que a gente está em um momento muito crítico financeiro. A responsabilidade é toda minha porque sou eu que ordeno e autorizo as despesas do clube, que segurei na hora que achei que tinha que segurar. Mas o problema será resolvido. Nós temos negociações encaminhadas. Temos discussão de nomes. Então é um problema que tenho total inteira responsabilidade”, afirmou o presidente bicolor.

Para Hélio, pressão só no momento certo

Pressionado, Hélio afirmou na ocasião que não gosta de clubes sem pressão. Contudo, a derrota anterior deixou o clube em um clima desagradável.

Não gosto de clube que não tem pressão. Tem alguns clubes onde trabalhei na minha vida que não volto nunca mais, ganhava ou perdia e não tinha problema. O momento no clube não ficou legal depois de quarta-feira. O Nicolas só jogou porque pediu, foi fortíssimo. Até quatro e pouco da tarde queriam tirar o Nicolas de tudo quanto foi jeito do jogo.

Mesmo assim, a permanência não foi garantida, e sua saída foi iminente. Confira a nota divulgada pelo clube:

O Paysandu Sport Club informa que Hélio dos Anjos não é mais técnico da equipe de futebol profissional bicolor. O treinador pediu demissão no início da manhã desta terça-feira (15). Além dele, os auxiliares-técnicos Guilherme dos Anjos e Marcelo Rocha também deixam o clube. A instituição agradece a eles pelos seus serviços prestados.

Por fim, Hélio também se pronunciou por meio do Twitter.

Ruan Silva

Sobre Ruan Silva

Ruan Silva já escreveu 948 posts nesse site..

Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

BetWarrior


Poliesportiva


Ruan Silva
Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

    Artigos Relacionados

    Topo